Homem observando motor de carro | Importância do emulador de sonda lambda em carros com GNV

Importância do emulador de sonda lambda em carros com GNV

Quem está pensando em instalar Kit Gás no veículo precisa saber qual é a importância do emulador de sonda lambda, o que é essa peça e como ela melhora o desempenho de veículos que utilizam como combustível o Gás Natural Veicular.

O que é o emulador de sonda lambda?

A sonda lambda é responsável pela detecção de falhas no balanceamento do combustível, apontando se há excesso de oxigênio na mistura ar-combustível e se os níveis estão ideais para o bom funcionamento do motor.

O fato é que motores a combustão só operam se o combustível estiver misturado com oxigênio, gás que permite a ocorrência de uma espécie de explosão que ativa a máquina. Porém, comburente e combustível devem estar em volumes ajustados, e o mecanismo que auxilia no controle é o emulador de sonda lambda.

Se nesta mistura de combustível houver mais oxigênio, ela fica empobrecida, com redução de combustível e menor desempenho do motor. Por isso, para carros com kit gás, o emulador de sonda lambda é um componente muito importante para o funcionamento geral do conjunto.

Mesmo com o fato de o GNV ser muito eficiente, o emulador de sonda lambda no kit gás auxilia em diversas alterações que acontecem durante a queima do combustível, principalmente auxiliando na interpretação correta da relação perfeita entre ar e combustível pela centralina. E, por incrível que pareça, o emulador é ainda mais importante em veículos que são movidos a GNV!

Entendendo melhor o papel do emulador de sonda lambda

O emulador de sonda lambda é ainda mais importante para o veículo depois da conversão para o GNV, já que a central eletrônica que recebe as informações durante esta etapa não pode mais controlar o veículo movido com gás natural veicular. Isso acontece por que, além de interromper o sinal da sonda, o emulador gera um sinal elétrico para a central de unidade do carro, indicando que os níveis de combustíveis estão normais e dentro do esperado.

Por causa do papel do emulador, a interpretação da centralina é feita como se os níveis de combustível líquido estivessem em volumes adequados. O que pode ocorrer, caso haja problema no emulador, é a central eletrônica do veículo identificar alteração nos volumes balanceados entre oxigênio e combustível, mas não contar com mecanismos de controle para reajustar os índices.

Um dos resultados é a tentativa de compensação pela unidade de controle do veículo, indicando aos bicos injetores a necessidade de reajustar os níveis de álcool ou gasolina. Mas, no caso dos carros com kit GNV, os bicos injetores estão inativos. Isso pode gerar algum desajuste no sistema de trabalho do motor.

O emulador da sonda lambda opera em oscilação elétrica binária, de 0 e 1 volt. Caso haja alguma inconsistência de sinal, uma mensagem de defeito é gerada e, como consequência, aparece uma luz no painel do carro, indicando falha no sistema de injeção eletrônica.

O emulador é tão importante porque ele faz o papel da própria sonda lambda, que fica desconectada em veículos GNV. A função do emulador é emitir um sinal elétrico que imite o papel da sonda lambda, oferecendo para a centralina o sinal adequado, que atesta o correto funcionamento no sistema de injeção e combustão. Caso contrário, quando o emulador de sonda lambda não estiver operando, haverá a tentativa de correção da falta de balanceamento.

Por isso, a instalação de kit gás deve ser feita por uma equipe especializada, que tenha experiência na área, profissionais capacitados e tecnologia suficiente para realizar o trabalho. Caso contrário, pode haver falhas no sistema, incluindo no emulador de sonda lambda. Para fazer a conversão para o GNV no Rio de Janeiro com o máximo de eficiência e garantia de um serviço de alto padrão, entre em contato com a Inove Gás!