Após alta dos combustíveis, GNV se mantém como melhor opção

GNV está cerca de 54% mais econômico que a gasolina e 60% mais econômico que o etanol


O preço dos combustíveis vem trazendo grande impacto para quem usa muito o veículo. Desta vez, nem os adeptos do GNV escaparam do brusco aumento de valor para abastecer.

Os mais afetados são os profissionais que usam o carro como ferramenta de trabalho, como os taxistas e motoristas de aplicativo.

A disparada do preço dos combustíveis começou com a gasolina, que sofreu forte sequência de altas, impactando de imediato o valor de comercialização do etanol.

Pouco tempo depois, foi a vez do aumento pesar no bolso do motorista que abastece com o GNV. Essa variação foi causada pela valorização do petróleo do mercado internacional e pela desvalorização da moeda brasileira.


Após a sequência de altas da gasolina, do etanol e do GNV, qual está valendo mais a pena?

Vamos começar pela análise do preço médio de cada um deles no estado do Rio de Janeiro.

De acordo com o Sistema de Levantamento de preços da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), entre 1 a 14 de maio, os preços médios são os seguintes:


Dados de 01/05/2021 a 14/05/2021 – Estado do Rio de Janeiro

  • Gasolina comum: R$ 6,118 litro – 450 postos pesquisados
  • Etanol: R$ 4,983 litro – 446 postos pesquisados
  • GNV: R$ 3,930 metro cúbico – 166 postos pesquisados

Esse levantamento já mostra que o GNV é o combustível mais barato em relação aos seus concorrentes líquidos. Mas, para entender o que isso significa na prática, recorremos à calculadora da Naturgy.

É só lançar o preço atual dos combustíveis no simulador para ver que o GNV segue como a melhor opção.

Um motorista que roda 1000 quilômetros por mês, gastaria para abastecer com cada combustível:

  • Etanol: R$ 711,43
  • Gasolina: R$ 611,00
  • GNV: R$ 280,71
  • Economia (%) com o GNV

  • GNV x Gasolina: economia de 54,1% com o GNV
  • GNV x Etanol: economia de 60,5% com o GNV
  • Economia mensal (R$) com o GNV

  • GNV x Gasolina: economia de R$ 330,29 por mês com o GNV
  • GNV x Etanol: economia de R$ 430,72 por mês com o GNV
  • Apesar dos preços nada amigáveis dos combustíveis no momento, o GNV continua sendo a melhor opção para quem quer economizar.


    Faça já a sua instalação de kit GNV com a Inove Gás

    Uma coisa não muda: a vantagem do GNV sobre a gasolina e o etanol. Mesmo que os preços não estejam animando alguém a tirar o carro da garagem, o gás automotivo, há muitos anos, está consolidado como o combustível mais econômico.

    Se o GNV é sempre o combustível mais vantajoso, o motorista não precisa ter dúvidas: vale programar uma instalação de kit gás agora. E pra garantir uma conversão de qualidade, é só contar com o time da Inove Gás. Ligue para o call center, faça um orçamento e surpreenda-se com as condições de parcelamento: (21) 2042-3009.


    Tecnologia GNV: evolução para mais performance e economia

    Para usufruir de todos os avanços da tecnologia GNV, motorista deve estar atento à qualidade da instalação


    Você sabia que tem muita tecnologia por trás de um sistema GNV? Assim como a indústria automotiva avança continuamente, a tecnologia GNV também se mantém em constante evolução.

    Com isso, esse combustível se torna eficiente para uso nos mais diversos tipos de veículos. Hoje, um kit GNV pode ser aplicado em grande variedade de modelos e motores, incluindo carros bicombustíveis, turbo e com câmbio automático.

    O kit GNV 5ª geração é preparado para a conversão dos carros mais modernos do mercado, garantindo performance, economia e até mesmo uma redução nas emissões de CO2 na atmosfera.

    E se tem tanta tecnologia envolvida no próprio veículo e na fabricação do kit, na regulagem não seria diferente. Em um kit de 5ª geração, esse processo é feito eletronicamente, programando o carro para rodar com o novo combustível.

    Por isso, faz toda a diferença realizar a instalação de GNV em uma oficina que também investe em tecnologia.


    Tecnologia GNV e importância da instalação

    Nem sempre o cliente vai se dar conta, mas um cilindro de primeira linha passa por um rigoroso processo de fabricação que envolve equipamentos e laboratórios de ponta.

    E a etapa de teste, antes de um cilindro ser comercializado, também envolve uma série de recursos tecnológicos.

    O mesmo ocorre com o kit GNV. Os mais conceituados do mercado possuem tecnologia desenvolvida na Itália, país que é referência na produção automotiva.

    Se tem tanta tecnologia em todos esses processos, não dá pra achar que a instalação pode ser feita em qualquer oficina.

    É preciso optar por uma convertedora que possua mão de obra especializada e que faça a regulagem do kit em scanners atualizados, de modo que a calibração esteja bem adequada à especificação de cada veículo e faça jus às inovações que constam no kit e cilindro.


    Inove Gás leva a tecnologia GNV até você

    A Inove Gás investe em cilindros e kits de qualidade, o que já é uma forma de levar a tecnologia GNV até o cliente. Além disso, a rede mantém os scanners automotivos atualizados, o que garante precisão na regulagem dos veículos mais modernos.

    Saiba mais sobre esse processo aqui: Tecnologia para a qualidade das conversões: rede Inove Gás investe para manter scanners automotivos atualizados

    Vá até uma loja i9 e garanta a sua instalação com o que há de melhor no segmento GNV no estado do Rio de Janeiro. Entre em contato e faça um orçamento com a equipe do call center: (21) 2042-3009.


    Nova Lei do Gás traz mais competitividade para o setor e expectativa de redução no preço do GNV

    Neste mês de abril, o presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei nº 14.134/2021, conhecida como a Nova Lei do Gás, que representa um novo marco regulatório para o mercado de gás natural no Brasil.

    Essa aprovação chega com o potencial de movimentar a economia a partir da geração de negócios e empregos. É esperado que o mercado mais aberto e os avanços tragam mais competitividade para o meio, o que deve se refletir, mais adiante, em melhores preços para o GNV.

    Uma das apostas é a expansão do uso do GNV em veículos pesados como caminhões e ônibus, já que os preços ainda mais baixos vão fazer que o interesse das montadoras por esse combustível aumente.

    Entre outros pontos, o texto da Nova Lei do Gás prevê a desconcentração do mercado, não permitindo que uma mesma empresa atue em todas as fases, da produção e extração até a distribuição. Além disso, medidas facilitam que novas empresas privadas possam explorar o transporte de gás natural.

    O marco regulatório era muito aguardado por grandes empresas desse setor, que já estão em movimento para aproveitar oportunidades, como mostra a matéria a seguir:


  • Nova Lei do Gás atrai investimentos para o Norte Fluminense

  • Economize agora com o GNV!

    Os preços atuais do GNV já são muito atrativos quando é feita a comparação com a gasolina e o etanol. Com a Nova Lei do Gás, a expectativa é que essa vantagem se amplie ainda mais.

    Quem já tem o kit GNV instalado, aguarda as melhorias enquanto já poupa bastante. E quem ainda não fez a conversão do veículo, já pode se preparar para um futuro de muita economia.

    Não espere mais! Para garantir a instalação agora, vá a uma das 10 lojas da rede Inove Gás. Estamos em Alcântara, Bonsucesso, Campo Grande, Cascadura, Duque de Caxias, Lote XV, Nova Iguaçu, Riachuelo, Tijuca e Vilar dos Teles. Ligue para o call center da i9, tire suas dúvidas, faça um orçamento e, se preferir, agende a sua instalação com toda comodidade: (21) 2042-3009.


    Procura por instalação de kits GNV cresce 11% no estado do Rio

    Preço elevado da gasolina influenciou crescimento da demanda pela instalação de kits GNV


    O estado do Rio de Janeiro registrou um aumento de 11% na demanda pela instalação de kits GNV no primeiro trimestre deste ano, como mostra um levantamento feito pela Firjan a pedido do Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios do Rio de Janeiro (Sindirepa).

    O crescimento do interesse pela instalação de kits GNV no estado fluminense foi tema de reportagem do Balanço Geral RJ, da RecordTV. A loja da Inove Gás de Cascadura foi o cenário dessa matéria!

    Confira o vídeo do programa aqui!

    Esse crescimento está relacionado ao custo elevado da gasolina e do etanol, que se tornaram inviáveis para muitos motoristas, principalmente aqueles que utilizam o veículo a trabalho.

    Para se ter uma ideia, só este ano, a gasolina já acumula alta de 54% nas refinarias. E essa elevação de preço impacta diretamente o etanol, que também vem sofrendo uma sequência de aumentos no custo.

    Essa situação funcionou como um incentivo para que motoristas que já planejavam a conversão partissem logo para a mudança. E muitos condutores, que a princípio não cogitavam a instalação de kits GNV, acabaram se interessando por essa possibilidade de economizar.

    De acordo com o levantamento de preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, no mês de março de 2021, no estado do Rio, enquanto o GNV ficou com o preço médio de R$ 3,152, o etanol teve preço médio de R$ 5,089 e a gasolina alcançou R$ 6,023 de média.

    Assim, na comparação com a gasolina, a economia com o GNV chega a 62,6%. Frente ao etanol, a economia com o uso do gás automotivo salta para 69%. Ou seja, é muita vantagem fazer a conversão!


    Inove Gás: pronta para atender à demanda de instalação de kits GNV

    O aumento da procura pela instalação de kits GNV coincidiu com a falta de suprimentos e matéria-prima para a fabricação de peças e componentes desse segmento. Isso é um reflexo da pandemia, principalmente em relação aos cilindros, que têm composição similar aos cilindros usados em hospitais.

    A Inove Gás informa que está conseguindo cumprir todos os compromissos assumidos, executando todas as instalações contratadas nas dez lojas da rede.

    Aproveite para mudar para o GNV agora e embarcar nessa economia. Quer falar com a i9? Entre em contato, tire todas as suas dúvidas ou faça um orçamento pelo call center: (21) 2042-3009.


    Instalação de GNV: veículo deve estar em boas condições para processo de conversão.

    A economia com o gás é um grande atrativo e, muitas vezes, a instalação de GNV entra nos planos do motorista que sabe que o carro tem um probleminha aqui, outro ali. Mas, a instalação de GNV deve ser feita em um veículo que não está em boas condições?

    A resposta é NÃO. E existem alguns motivos para isso.

    Antes, vale esclarecer que o que importa não é necessariamente o ano do veículo, mas o seu estado geral de conservação e operação.

    Qualquer veículo a ser adaptado para o GNV deve estar em bom estado. Isso inclui motor, comandos eletrônicos e a própria estrutura, que precisa estar apta para receber os componentes que integram o sistema a gás.

    Em uma instaladora séria, antes de partir para a instalação de GNV, é feita uma análise completa do veículo. Além de toda parte mecânica, também são verificados o sistema de injeção eletrônica e a estrutura. Se algo não estiver funcionando bem, é recomendado que seja feito o reparo antes do início da conversão.

    Isso porque problemas de qualquer tipo vão se refletir na qualidade da instalação, podendo afetar, inclusive, a segurança do sistema. Dependendo do problema, até a tão desejada economia com o GNV vai ficar prejudicada.

    Além disso, mesmo que passe pela instalação, o carro em más condições corre o risco de ser barrado na inspeção veicular, um processo executado para avaliar a conservação e funcionamento do veículo quanto à conformidade em relação aos regulamentos técnicos.

    Essa inspeção analisa os dispositivos de sinalização, iluminação, suspensão, freios, pneus e outros. Um carro com problemas em algum desses itens fica sujeito à reprovação.

  • Saiba mais: Por que a inspeção veicular é tão importante?

  • Instalação de GNV com qualidade e segurança é na Inove Gás

    Na Inove Gás, uma instaladora homologada no Inmetro, que segue todas as recomendações do órgão, tudo começa com um checklist do estado geral do veículo.

    Essa análise é importante para constatar a situação em que o veículo chegou à oficina e se há algum tipo de dano ou avaria que possa comprometer a qualidade ou a segurança da instalação de GNV.

    O procedimento é uma boa prática que, no final das contas, contribui para os resultados alcançados com a conversão, gerando muito mais satisfação para o proprietário do veículo e também mais economia. Afinal, um carro em dia com as manutenções tem melhor desempenho.

    Tem alguma dúvida sobre esse processo? Leve o carro a uma das lojas da rede Inove Gás, converse com a nossa equipe. Se preferir, fale com um de nossos atendentes pelo call center i9: (21) 2042-3009.


    Mais um passo rumo ao GNV mais barato com o avanço da Nova Lei do Gás

    A Câmara dos Deputados concluiu, no dia 17 de março, a votação do projeto de lei conhecido como Nova Lei do Gás, que altera as regras do mercado de gás natural no Brasil. O texto segue agora para sanção presidencial, com grandes chances de aprovação.

    O projeto facilita a entrada de novos agentes no mercado de gás e pavimenta o caminho para a quebra de monopólio da Petrobras, o que deve contribuir para baratear o gás natural, com futuros reflexos para o GNV.

    Isso também vai beneficiar os outros setores em que o gás é empregado, como residencial, comercial, industrial e geração elétrica.


    GNV deve se tornar mais competitivo

    Hoje, o gás no Brasil é um dos mais caros do mundo, em grande parte pela falta de concorrência no setor. Com a aprovação da Nova Lei do Gás, os preços serão mais competitivos.

    Essa possibilidade gera ainda mais expectativa em um momento como o atual, em que o consumidor sofre os efeitos da alta de combustíveis líquidos. Se o GNV já é visto como uma alternativa atualmente, quando seu preço for ainda mais baixo, será realmente a sua consagração como a melhor opção.

    O gás automotivo já é a melhor escolha para o bolso há muitos anos. Se abrir ainda mais vantagem sobre o etanol e a gasolina, mais motoristas ficarão interessados em fazer a conversão e, consequentemente, mais soluções e inovações nesse mercado irão surgir.

    Resta agora aguardar o texto da Nova Lei do Gás passar pela sanção do presidente e acompanhar as medidas e desdobramentos que virão a reboque.


    Economia nunca é demais: vem pra Inove Gás!

    Prepare-se para um novo momento do mercado de gás natural no Brasil. Mude para o GNV agora e já comece a usufruir das vantagens de rodar com esse combustível que vai se tornar ainda melhor.

    Na Inove Gás, você encontra condições especiais, orientação especializada e componentes de qualidade. E, claro, toda a segurança que o processo de conversão requer. Todas as dez lojas da i9 são homologadas no Inmetro, o que atesta a seriedade do trabalho da rede.

    Venha fazer a instalação de GNV na Inove Gás. Fale com a nossa equipe: (21) 2042-3009.


    Redutor de pressão IGT IG301: componente de primeira para a sua instalação de GNV 3ª geração

    A Inove Gás está sempre trabalhando para oferecer a melhor instalação de GNV do mercado fluminense. Prova disso é o investimento constante da rede em componentes de qualidade. A novidade da vez é o redutor de pressão IGT IG301, um lançamento exclusivo que chega à i9 para garantir melhores resultados para a instalação do kit 3ª geração.

    O IG301 é um dispositivo de comando que reduz a pressão do GNV, regulando o fluxo de gás a cada solicitação do motor. O carro ganha em desempenho e o motorista ganha em qualidade na direção.

    O produto é certificado no Inmetro, o que assegura a sua confiabilidade.


    Qualidade IGT Motors

    A IGT MOTORS, fabricante do redutor de pressão IG301, é uma empresa brasileira que atua há 16 anos na produção de kits para GNV, acumulando mais de 2,6 milhões de produtos vendidos.


    Qual a função do redutor de pressão?

    O redutor de pressão também é conhecido como válvula reguladora de pressão. Sua função é reduzir a pressão do GNV armazenado nos cilindros, de 220 bar, até a pressão de trabalho no motor.

    O redutor funciona a partir da ação de câmaras controladas por molas, válvulas e diafragmas, pelas quais o gás vai sendo conduzido. As principais responsáveis pela retirada de pressão nesse trajeto são as membranas que recobrem as câmaras.

    Saiba mais: Como funciona o redutor de pressão do GNV


    Atenção à instalação do redutor

    A instalação do redutor de pressão precisa ser muito bem feita. A má instalação gera um problema de fluxo, já que o redutor é o primeiro componente da linha de gás a receber o combustível.

    Vale lembrar que o redutor precisa ser posicionado no motor de modo que seu número de série fique sempre visível, o que é uma exigência do Inmetro e do Detran.


    Alcance melhores resultados com a instalação de GNV 3ª geração

    Utilizar componentes de fornecedores confiáveis é essencial. Aliar isso a uma instalação feita com qualidade e segurança é o que falta para alcançar excelentes resultados com o sistema GNV.

    Por isso, escolha a Inove Gás, uma rede que conta com mão de obra especializada e só trabalha com cilindros e peças dos melhores produtores desse segmento.

    A equipe da i9 elabora um projeto sob medida para o seu veículo. Entre em contato, tire suas dúvidas e programe a conversão: (21) 2042-3009.


    Honda Civic com GNV é uma boa?

    Veja como garantir uma conversão que alia a performance desse carro à economia com combustível

    O Honda Civic é um dos modelos mais desejados pelos motoristas brasileiros. Um levantamento do Webmotors Autoinsights, hub de notícias, dados e informações sobre o mercado automotivo, comprova isso. O sedã médio foi o carro mais buscado na plataforma de carros em 2020.

    Entre mais de 224 milhões de visitas realizadas, o Honda Civic foi o modelo que mais recebeu propostas comerciais, liderando as buscas nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil.

    Todas as versões desse carro contam com uma ficha técnica muito atrativa, além de se destacarem pelos recursos de segurança, acabamento interno e externo, conforto e tecnologia. Sem dúvidas, essa máquina é capaz de agradar a motoristas exigentes.

    A pergunta é a seguinte: é possível aliar as qualidades do Honda Civic à economia que só o GNV proporciona?

    A resposta é SIM. O Honda Civic vai muito bem com o GNV 5ª geração.

    Pra começar, o sedã conta com um porta-malas espaçoso, que vai comportar diferentes opções de cilindros. A versão EXL, por exemplo, tem um bagageiro generoso de 519 litros.

    Mas é preciso considerar outras características desse carro para uma instalação realmente satisfatória, que preserve a performance e a experiência positiva ao dirigir.


    Honda Civic com GNV: pontos importantes

    O Honda Civic é um carro que exige técnica e habilidade na instalação de todos os componentes do kit gás e, depois, na regulagem. Isso porque o carro é tecnologia pura e seu motor original é todo bem desenhado e compacto.

    Ou seja, não há margem para amadorismo na conversão de um Honda Civic. É preciso calcular bem a furação, o posicionamento e encaixe de cada peça. Esse carro demanda uma instalação de alto nível.

    Por isso, o proprietário de um Honda Civic deve confiar a instalação de GNV a uma oficina séria, homologada no Inmetro e comprometida com a qualidade dos componentes e da mão de obra.

    Para a regulagem de um modelo mais novo também é essencial que a instaladora mantenha atualizados os scanners automotivos que fazem a leitura dos módulos eletrônicos.

  • Entenda a importância desse procedimento de ajuste: Tecnologia para a qualidade das conversões: rede Inove Gás investe para manter scanners automotivos atualizados
  • Um grande erro é deixar a conversão de um carro como esse nas mãos de uma empresa que não investe em componentes de primeira, em tecnologia e na qualificação da equipe.


    Seu Honda Civic com GNV: deixa com a Inove Gás

    Com o planejamento adequado e uma instalação no capricho, o Honda Civic roda muito bem com o GNV. E aí é só aproveitar toda a economia do melhor combustível.

    A equipe especializada da Inove Gás faz um projeto sob medida para o seu Honda Civic. Ligue para o call center da i9, tire suas dúvidas e faça um orçamento: (21) 2042-3009.


    Com o preço da gasolina nas alturas, GNV se destaca como melhor opção

    Em 2021, a gasolina já acumula alta de 34%. E novas revisões de preço ainda estão por vir, o que deve se traduzir em novos aumentos. O levantamento de preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) mostra que neste mês de fevereiro, no estado do Rio de Janeiro, o litro da gasolina comum chegou ao preço médio de R$ 5,233. A pesquisa foi feita em 353 postos.

    O preço do etanol também é diretamente influenciado por esses aumentos. No mesmo período, o preço médio do litro ficou em R$ 4,154.

    Em momentos de sucessivas altas dos combustíveis líquidos é que o motorista que roda com um carro a gás demonstra ainda mais satisfação em ter optado pela conversão. A mesma tomada de preços da ANP mostra que o metro cúbico do gás teve preço médio de R$ 3,059/m³ no mês de fevereiro.

    Na ponta do lápis, o que isso significa? Levando em conta os preços médios atuais e uma situação em que o motorista roda 1000 quilômetros por mês, as conclusões são as seguintes:

  • Que a economia mensal com o GNV é de 58,3% em relação à gasolina e de 63,3% em relação ao etanol;
  • Que o veículo faz 7 km/l com etanol, 10 km/l com gasolina e 14 km/m³ com GNV;
  • Que o consumo mensal seria de 143 litros de etanol, 100 litros de gasolina e 71 metros cúbicos de GNV;
  • Que os custos de abastecimento seriam de R$ 592,86 para o etanol, R$ 523 para a gasolina e R$ 217,86 para o GNV.

  • Os números mostram que o GNV é melhor opção para quem quer economizar e ir mais longe.


    Inove Gás: mude para o melhor combustível com a melhor instaladora


    Quando decide mudar para o GNV e escolhe a Inove Gás, o motorista está fazendo duas escolhas certeiras, que representam muita economia, qualidade e segurança.

    Todas as dez lojas da rede Inove Gás são homologadas no Inmetro e cumprem rigorosamente os requisitos do órgão. Escolha a mais próxima: Alcântara, Bonsucesso, Campo Grande, Cascadura, Duque de Caxias, Lote XV, Nova Iguaçu, Riachuelo, Tijuca e Vilar dos Teles.

    Faça um orçamento com a i9 pelo site ou pelo call center: (21) 2042-3009.


    GNV: como evitar cair em armadilhas desse mercado

    O GNV é uma excelente opção para os motoristas interessados em economizar com combustível. Mas para alcançar a economia desejada e rodar com segurança, um cuidado é essencial: a escolha da oficina que fará a conversão.

    Qualquer segmento de mercado sofre com a concorrência desleal de aproveitadores e falsificadores. No meio das instaladoras de GNV, essa também é uma realidade. E nesse caso, especificamente, as falsificações podem gerar graves acidentes.

    Por essa razão, o motorista que decidiu instalar GNV em seu veículo deve tomar algumas precauções.

    Mesmo sabendo que o que o público interessado em rodar com GNV prioriza economia, na hora de contratar o serviço de conversão, não dá pra se deixar levar somente pelo menor preço.

     

    Sem registro no Inmetro, sem conversa

    Não basta confiar em lojas que nas redes sociais tentam se passar por convertedoras homologadas no Inmetro e comprometidas com a segurança do cliente.

    Pra tirar a dúvida, antes de fechar o serviço, o próprio cliente pode verificar se instaladora tem ou não o devido registro no órgão. Esse é um cuidado simples, que toma pouco tempo e que pode evitar muitos problemas.

    Recentemente, a polícia e o Procon fiscalizaram 15 lojas instaladoras em Campo Grande, Guaratiba, Duque de Caxias e Nova Iguaçu. Para se ter uma ideia, dez desses estabelecimentos foram interditados por conter irregularidades. Ou seja, isso serve de alerta para o consumidor, que precisa pesquisar em que mãos vai deixar a instalação de GNV do veículo que ele mesmo vai conduzir.

    Se tem tanta loja irregular em funcionamento, é porque tem público. Mas, vale arriscar a própria vida, comprometer a segurança da família e dos passageiros por conta de um serviço mais barato?

    Veja mais detalhes da operação citada: Polícia desarticula quadrilha que faz instalação irregular de GNV

    E vale lembrar ainda o seguinte: se uma rede tem mais de uma loja, todas elas devem ser registradas. Não é emitido um registro único do Inmetro para toda uma rede.

     

    Inove Gás: dez vezes segura

    A rede Inove Gás possui dez lojas no Rio de Janeiro. Todas as dez lojas são registradas no Inmetro, como o consumidor pode verificar no site do órgão.

    Aí não tem erro. Escolhendo qualquer uma das dez lojas da Inove Gás, o cliente tem a tranquilidade de estar fazendo uma opção segura, garantindo um serviço executado em conformidade com os requisitos estabelecidos pelo órgão.

    Veja também: 7 motivos para escolher a Inove Gás


    Polícia desarticula quadrilha que faz instalação irregular de GNV

    Na mesma operação, Inove Gás tem a sua regularidade confirmada

     

    Nos últimos dias, uma operação da polícia com o objetivo de desarticular uma quadrilha que faz instalação irregular de GNV movimentou o mercado de gás no Rio de Janeiro. Fiscalizada nessa operação, a Inove Gás teve avaliação positiva: sua regularidade foi confirmada, pois a loja vistoriada atendia a todos os requisitos para instalação e manutenção de kits GNV.

     

    “Operação Conversão”

    No dia 28 de janeiro, os policiais da Delegacia de Defraudações (DDEF), com apoio das delegacias especializadas e do Procon, fiscalizaram 15 lojas em Campo Grande, Guaratiba, Duque de Caxias e Nova Iguaçu. Na ação que recebeu o nome de “Operação Conversão”, dez estabelecimentos foram interditados, sendo os responsáveis encaminhados para a delegacia. Nove estabelecimentos não tinham CRI (certificado de registro de instalador), documento emitido pelo Inmetro que autoriza a instalação do gás natural veicular.

    De acordo com a polícia, o bando utiliza documentação falsa e empresas em nome de laranjas para realizar o serviço em diversos estados. Alguns proprietários de empresas laranjas recebiam percentuais pelas vendas sem declarar impostos. As investigações apontam ainda que muitas dessas empresas são controladas por milicianos.

     

    Inove Gás: seriedade no mercado de GNV

    Após ser vistoriada na operação, a loja da Inove Gás de Duque de Caxias recebeu o auto de constatação de regularidade.

    A rede Inove Gás preza pela qualidade e segurança. Todas as suas dez lojas são homologadas no Inmetro. Dessa forma, o consumidor tem a garantia da execução do serviço em total aderência com os requisitos estabelecidos pelo órgão para o procedimento de instalação do kit GNV.

     

    Como se proteger de instalações irregulares

    O consumidor deve ficar atento na hora de colocar gás no carro. Veja a seguir alguns cuidados essenciais:

    • Verifique se a oficina instaladora consta na relação de empresas credenciadas ao Inmetro e está em dia com o Certificado de Registro de Instalador (CRI), documento que deve estar exposto em local visível no estabelecimento;
    • Ao realizar a instalação do kit GNV, exija da oficina o atestado da qualidade do instalador registrado, que contém a relação de componentes utilizados;
    • Solicite a nota fiscal do sistema e do serviço de instalação. A nota fiscal só tem validade caso a empresa instaladora seja credenciada no Inmetro.
    • O consumidor também deve observar se os cilindros, suportes do cilindro, válvulas de segurança e abastecimento e redutores de pressão estão certificados.

     

    Veja também: Como escolher a instaladora de GNV

     

    Para mais informações sobre o universo do GNV, fique atento ao blog da Inove Gás.


    Selo GNV: saiba tudo sobre este documento de porte obrigatório

    O veículo convertido para o GNV deve rodar com um documento do Inmetro que certifica a sua conversão e regularização. Esse é o selo GNV, um instrumento obrigatório que carrega algumas funções, tais como:

    Controle estatístico: auxilia no controle de veículos com GNV instalado;

    Segurança: sinaliza para equipes de salvamento que o veículo possui sistema GNV. Em caso de acidentes, por exemplo, não devem ser usados extintores de água, pois a água pode resfriar rapidamente o cilindro, danificando o material e aumentando o risco de explosões.

     

    Como o selo GNV é emitido?

     

    Depois de concluir a instalação de GNV em oficina homologada no Inmetro, é necessário verificar se o veículo está em condições seguras para a circulação. Para isso, é feita a inspeção veicular de homologação do GNV, uma vistoria bem completa.

    • Saiba mais: Entenda como funciona a inspeção veicular
      Se tudo estiver em conformidade, o veículo é aprovado e recebe o selo GNV, além do Certificado de Segurança Veicular (CSV) e do Certificado de Inspeção (CI).

      Esses documentos devem ser apresentados na vistoria obrigatória realizada pelo Detran.

      O nº do selo é o mesmo nº do CSV.

       

      Como devo portar o selo GNV?

       

      O selo GNV deve ser fixado no para-brisa ou levado junto aos demais documentos do veículo pelo proprietário ou condutor.

       

      Qual a validade do selo GNV?

       

      A validade do selo é a mesma do CSV: 1 ano. O documento deve ser substituído a cada inspeção periódica de segurança veicular. O usuário realiza a inspeção e recebe também o selo.

       

      O que fazer em caso de perda do selo GNV?

       

      Em caso de perda ou extravio, é necessário obter uma segunda via junto ao organismo de inspeção veicular emissor.

       

      Como proceder ao realizar a inspeção e não receber o selo GNV?

       

      Ao pagar pela inspeção em organismo acreditado pelo Inmetro, o usuário deve receber o selo quando o veículo for aprovado na vistoria. Caso não tenha recebido, volte à empresa inspetora e solicite o selo GNV.

       

       

      Quer saber tudo sobre a regularização do GNV? Confira o vídeo: Como regularizar o Kit GNV

       

      Confira mais conteúdos de qualidade no blog da Inove Gás!

      Para saber tudo sobre o universo do GNV, acompanhe o blog da Inove Gás.