Carro com GNV explode? Falta de esclarecimento sobre causa das explosões prejudica o mercado de gás

A explosão de um sistema GNV é sempre noticiada com grande alarde. Esse tipo de acidente costuma encontrar espaço nos portais de internet, em jornais impressos e até na TV.

De fato, essa ocorrência pode ter consequências graves e é natural que gere repercussão. Mas, já parou para pensar que as causas do acidente quase nunca são mencionadas?

As causas precisam ser investigadas, mas quando a notícia é veiculada, elas ainda são desconhecidas. E ninguém volta ao assunto tempos depois, quando o real motivo da explosão é esclarecido.

Essa prática contribui para criar o mito de que GNV explode, prejudicando todo o segmento de gás natural veicular, já que muitas pessoas, por desinformação, acabam ficando com a impressão de que é arriscado fazer a conversão.

No entanto, é sempre válido destacar que, instalado conforme as normas e em dia com as manutenções, o GNV é seguro.

Afinal, o que pode levar à uma explosão?

Normalmente, por trás das explosões estão instalações realizadas por empresas inabilitadas, o uso de cilindros de procedência desconhecida, ajustes e modificações no sistema em desacordo com as normas e falta de manutenção.

Está mais que comprovado: o GNV é um combustível seguro.

O sistema a gás possui dispositivos de segurança para controlar o comportamento do combustível em casos de pressão acima do recomendado, temperatura alta ou fluxo em excesso. Apenas é preciso seguir algumas simples recomendações para não se expor a riscos:

1. A conversão e as manutenções periódicas devem ser feitas em oficina homologada pelo Inmetro.

2. Só devem ser utilizados cilindros novos e de fornecedor confiável nas instalações.

3. Ao abastecer, a pressão não deve ultrapassar 220 kgf/cm².

4. É preciso manter ¼ do tanque abastecido com combustível líquido, o que evita o ressecamento do motor e contribui para o adequado funcionamento do veículo.

Algo que não acontece, mas que seria de muita utilidade é que as divulgações de explosões envolvendo veículos com GNV funcionassem como alertas para a sociedade sobre as causas dos acidentes e sobre como evitar essas ocorrências.

O tratamento muitas vezes sensacionalista dado às explosões, desacompanhado de esclarecimentos técnicos, prejudica o mercado de gás e o trabalho sério de quem luta para que o uso desse combustível seguro, econômico e menos poluente beneficie cada vez mais motoristas.

 

Inove Gás: segurança em primeiro lugar

 

A Inove Gás mantém todas as suas lojas homologadas no Inmetro, o que atesta a segurança e qualidade dos processos de instalação de GNV. Vale lembrar que o credenciamento ao órgão é o primeiro item a ser levado em conta pelo condutor que decidiu instalar o sistema a gás.

Além disso, a Inove Gás só trabalha com cilindros novos da MAT, empresa com 80 anos de mercado e que já alcançou grande credibilidade no mercado nacional e internacional.

Não se arrisque por aí: faça a instalação e a manutenção de GNV com quem trabalha atendendo todas as normas e boas práticas de segurança. Procure a orientação da Inove Gás!

Assine nossa newsletter