Criança com escova tirando neve da lateral de um carro | Cuidados com o carro no inverno

Cuidados com o carro no inverno

Motoristas experientes sabem que é preciso redobrar a atenção com o carro no inverno. Alguns itens como a bateria e o radiador merecem cuidados especiais nesta época do ano. Carros movidos a GNV também têm suas particularidades no frio.

Atenção à bateria do carro no inverno

Quando as temperaturas caem, o óleo do motor assume uma consistência mais viscosa e demora mais a dilatar. Essa dificuldade pode acabar sobrecarregando a bateria, que precisará fazer mais força no momento de dar a partida. Para evitar este problema, mantenha a manutenção em dia, tanto da bateria quanto de seus componentes (sobretudo o alternador) para garantir que ela esteja sempre carregada.

Fluido do radiador

Lembre-se sempre que não se deve usar água da torneira no radiador! O correto é usar uma mistura composta por 50% de água desmineralizada e 50% de aditivo à base de etileno glicol. Esta mistura, quando feita na proporção correta, altera o ponto de ebulição e congelamento da água, evitando que ela ferva ou congele (o que pode acontecer em dias mais frios).

Cuidados para carros com sistema GNV

Veículos convertidos ao GNV, o Gás Natural Veicular também requerem cuidados. Durante o inverno, quando as temperaturas caem, o redutor de pressão pode congelar. O problema é provocado pela velocidade da saída de GNV em alta pressão, que esfria o cilindro.

Para descobrir se o seu carro está passando por isso, basta observar o rendimento. Sentir que o motor perdeu a potência, por exemplo, é um sinal de que algo está errado.

Quando há o congelamento do redutor, a passagem do GNV é comprometida, e, com isso, o carro morre. Trocar as velas do motor a cada 20.000 km rodados ajuda muito.

Atenção aos combustíveis líquidos

Mesmo os carros movidos a GNV precisam de um combustível líquido para dar a partida. Para cumprir essa função, muitos motoristas têm dado preferência para o etanol por uma questão econômica. O combustível está mais barato e ainda tem a vantagem de não estragar dentro do tanque depois de um determinado tempo, como acontece com a gasolina.

Contudo, o uso deste combustível pode apresentar alguns percalços, principalmente no inverno. Durante a estação, as temperaturas tendem a ser mais baixas nos períodos da manhã e da noite, e é só com o passar das horas que o clima esquenta, o que configura um desafio para os motoristas que dependem do etanol para dar partida no carro.

Como o começo e o final dos dias são frios, o combustível acaba encontrando dificuldade para entrar em combustão. No motor dos carros flex (carros que funcionam tanto com álcool quanto com gasolina) existe um reservatório que deve estar sempre abastecido com gasolina. É um recurso próprio do veículo para auxiliar na “explosão” dentro do carro no momento da partida.

Manutenção em dia e instalação correta evitam dores de cabeça

Para evitar esses problemas, mantenha a manutenção preventiva do seu carro sempre em dia, contando com o suporte de profissionais especializados. E para garantir que seu sistema de GNV não vai apresentar problemas mesmo no frio, faça a instalação do kit gás em uma convertedora certificada pelo Inmetro.

A Inove Gás, oficina de conversão de GNV no Rio de Janeiro , possui dez lojas espalhadas pela região metropolitana do Rio, todas homologadas. Aqui você encontra o menor preço e o melhor atendimento para instalar seu kit gás com qualidade e segurança. Venha conhecer!

Assine nossa newsletter