Miniatura de carro sobre globo terrestre | GNV: como o mundo vê o gás natural veicular

GNV: como o mundo vê o gás natural veicular

O cuidado com o meio ambiente nunca esteve tão em debate, e, com ele, vem a possibilidade de uso do GNV, o gás natural veicular. A queima desse tipo de combustível é mais completa quando comparamos com a queima de gasolina ou etanol. É por isso que o GNV emite menos poluentes no meio ambiente.

O uso do gás aumenta a vida útil do motor, reduz os custos de manutenção (por ser uma energia mais limpa para o veículo) e faz com que a troca de óleos lubrificantes tenha um intervalo maior.

Além de ser uma escolha consciente, esse tipo de combustível também é mais barato. Ou seja, a sustentabilidade e a economia realmente andam juntas.

O GNV no mundo

Países como Estados Unidos, Canadá, Rússia e principalmente os que compõem a União Europeia utilizam o gás natural veicular.

Os países da Europa, por exemplo, têm diversas políticas públicas para sustentar-se com energia renovável, diminuindo o impacto dos problemas ambientais causados pelo homem.

Estas políticas determinam que, até 2020, os países que compõem o Bloco diminuam em até 20% as emissões de gases prejudiciais. Até 2050, a previsão é que essa diminuição chegue a 90%.

Entre as medidas adotadas para alcançar tais metas, está o uso do GNV. Entre os países que se destacam pelo uso, está a Itália. Primeiro país europeu a adotar essa forma de combustível veicular, em 2007 já contava com quase quinhentos mil veículos utilizando a base natural de energia.

Isso faz com que os europeus garantam maior vida útil para seus carros, já que essa energia veicular possui menos sujeira em comparação ao álcool, por exemplo.

Na cidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, o uso do gás é obrigatório nos ônibus escolares da cidade. Isso faz com que as crianças e adolescentes aprendam desde cedo sobre a qualidade desse tipo de energia.

O GNV no Brasil

O Brasil é um dos países que registra um crescimento significativo no consumo de gás natural veicular. Em 2018, houve um aumento de cerca de 9% no uso. Esse aumento foi maior do que os registrados na gasolina e óleo diesel.

Com apenas um metro cúbico de gás, é possível andar, em média, quatorze quilômetros, enquanto um veículo que utiliza gasolina roda cerca de dez. Para quem busca uma alternativa para economizar, principalmente com o aumento do preço da gasolina, o gás natural veicular pode ser uma ótima opção.

Mesmo com um crescimento ainda pequeno em relação a outros países, a tendência econômica do Brasil é que o GNV seja cada vez mais adotado pelo preço, qualidade e garantia de um veículo sem muitos problemas mecânicos.

Mude para o GNV, economize e vá mais longe

Se você está pensando em adotar o combustível, saiba que é preciso antes converter o automóvel e instalar o kit gás. Existem diversas oficinas que realizam o procedimento. A dica é sempre procurar um local que seja credenciado pelo Inmetro, a fim de evitar problemas futuros. A Inove Gás é uma oficina de conversão para GNV no Rio de Janeiro , certificada pelo Inmetro, que oferece os melhores serviços e os menores preços. Visite uma de nossas lojas.

Assine nossa newsletter