Importância do GNV na recuperação econômica

Consumo de GNV deve se recuperar gradativamente com a retomada das atividades e o aumento da circulação

A demanda de gás natural veicular no país foi severamente afetada pela pandemia de coronavírus. Segundo a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), em abril, houve redução de 45% no consumo de GNV na comparação com o mesmo mês de 2019.

A queda é atribuída às medidas de isolamento social, que resultaram na diminuição da circulação de veículos, especialmente nos mercados com maior quantidade de carros movidos a GNV, como Rio de Janeiro e São Paulo.

Nessas grandes cidades, a adoção do regime de home office e a diminuição no uso de táxis e veículos ligados a aplicativos puxou para baixo a venda do combustível nos postos.

Levando-se em conta ainda os demais setores em que o gás natural é empregado, como o industrial, comercial, cogeração e geração elétrica, este foi o pior mês dos últimos 15 anos. A única alta registrada foi no uso residencial do gás encanado.

Os dados da pesquisa foram coletados com as concessionárias de todas as regiões do Brasil e divulgados pela Abegás no dia 18 de junho.

 

Importância do GNV na recuperação econômica

 

Com a retomada gradual das atividades, o consumo de GNV deve se restabelecer também gradativamente.

O combustível tem papel importante na recuperação econômica, pois a economia proporcionada pelo seu uso faz a diferença no final do mês, principalmente para os motoristas profissionais, público adepto do GNV.

Com o retorno das atividades, a expectativa é justamente que as pessoas recorram mais aos veículos de aplicativos para evitar o transporte público, movimento que vai contribuir para o consumo de GNV aumentar.

Também existe uma tendência de que as pessoas passem a usar mais o próprio carro para evitar as aglomerações, e com isso, procurem o GNV como forma de economizar.

O levantamento a seguir comprova que o gás continua valendo a pena.

Veja a média de preços dos combustíveis no estado do Rio de Janeiro, de 1 a 18 de junho, segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP):

  • Gasolina: R$ 4,478 / litro
  • Etanol: R$ 3,582 / litro
  • GNV: R$ 3,061 / metro cúbico

Além de mais barato nos postos, o gás apresenta melhor rendimento, entre outras vantagens. Assim, seu uso deve ser considerado pelo motorista que precisa economizar nestes tempos de orçamento apertado.

 

Inove Gás contribui para a retomada

 

A Inove Gás também vem inovando para contribuir com esse momento de recuperação das atividades. A rede vem fechando novas parcerias com fornecedores, ampliando a variedade de produtos e serviços e flexibilizando as condições de pagamento.

Em qualquer loja da Inove Gás você faz a instalação de kit GNV de 3ª ou 5ª geração com cilindro novo ou requalificado em até 24 vezes no boleto*.

Informe-se sobre esta promoção e peça já um orçamento em nosso site ou em nosso call center: (21) 2042-3009.

 

*Sujeito à aprovação de crédito pela Financeira. Promoção por tempo limitado. Consulte a validade dessa condição especial pelo telefone informado acima.

 

Assine nossa newsletter