Por dentro do kit GNV

O avanço da tecnologia, entre tantos resultados, tornou possível a utilização do gás natural veicular como uma alternativa energética mais econômica e sustentável. E a instalação do kit GNV é o que viabiliza o uso desse combustível pelo motorista que reconhece as vantagens da conversão.

Quando se fala de kit GNV, certamente vem à mente a imagem do cilindro, de fato, o componente de maior destaque do sistema. Construído seguindo rigorosos critérios técnicos, esse reservatório recebe o gás a elevadas pressões durante o abastecimento.

Veja também: Cilindro de GNV: faça a escolha certa

Muito além do cilindro, o kit GNV é composto por uma série de outros itens. Veja quais são os principais:

Válvula de abastecimento: retém o gás no cilindro e controla a sua saída. Contém dispositivos de segurança para interrupção do fluxo de gás em caso de acidente no abastecimento.

Suporte: usado para fixação do cilindro no veículo.

Tubulações: tubulações de aço de alta pressão fazem a condução do GNV da válvula de abastecimento até o cilindro, e deste até a válvula reguladora de pressão.

Redutor de pressão: como o próprio nome sugere, essa peça tem a função de reduzir a pressão de abastecimento (em torno de 200 bar) até a pressão atmosférica, de modo que o combustível possa passar pelo motor.

Quer saber mais? Acesse: Como funciona o redutor de pressão do GNV

Misturador: restringe a passagem de ar que vai para o motor, evitando a perda de potência e o consumo excessivo de combustível.

Barra de aterramento: tem como função descarregar no solo a energia estática do veículo durante o abastecimento.

Manômetro: é a peça que indica o nível e a pressão do gás, enviando tais informações até a chave comutadora do painel do veículo.

Chave comutadora: é o componente que comanda o funcionamento do veículo em GNV ou no combustível líquido.

Eletroválvula: é usada em veículos carburados como um sistema de abertura e fechamento para a passagem do combustível líquido. Pode ser acionada manualmente em caso de emergência.

Emulador de bico: esse dispositivo desconecta os bicos injetores do carro, para que não haja introdução de combustível líquido no motor enquanto o GNV estiver sendo usado. Esse item é necessário somente para veículos injetados.

Entenda como funciona: O que é emulador de bico injetor?

Emulador de sonda lambda: é um dispositivo eletrônico que simula o sinal da sonda lambda quando se usa o GNV, emitindo sinal similar ao do funcionamento com combustível líquido (em veículos injetados).

Saiba mais: Importância do emulador de sonda lambda em carros com GNV

Variador de avanço: essa peça promove um ajuste do funcionamento do sistema convertido ao motor. Com o variador de avanço, a mistura entre o GNV e o ar se dá no tempo certo, influenciando no desempenho do carro. Esse dispositivo é um item opcional, mas seu uso é aconselhável, em razão dos benefícios que proporciona.

Veja mais: Variador de avanço: dispositivo contribui para desempenho e economia dos motores a GNV

Instalação de kit GNV é na Inove Gás

Na Inove Gás, o motorista encontra equipe técnica especializada para avaliar as características do veículo e propor as melhores soluções em instalação e manutenção. Vá a uma de nossas lojas e tire suas dúvidas sobre qualquer componente do kit GNV.

Assine nossa newsletter