Rede concorrente é flagrada copiando os textos do blog da Inove Gás

A Inove Gás vem trabalhando duro para se consolidar como uma referência no mercado de instalação de GNV no Rio de Janeiro. Paralelamente à realização de um número crescente de conversões, a empresa atua divulgando as vantagens do gás como combustível em seu blog, uma maneira de se firmar também como uma autoridade no segmento.

Com isso, a Inove Gás dedica tempo para a produção de conteúdo especialmente planejado para levar informação de qualidade aos adeptos do GNV ou aos que ainda estão pesquisando se a instalação é uma boa.

Novidades do mercado, experiências da oficina e respostas a dúvidas de consumidores viram posts no blog ou nas redes sociais da Inove Gás. Um conteúdo semanalmente pensado para comprovar que o GNV é uma opção econômica, segura e viável.

O destaque que o blog da Inove Gás alcançou é muito positivo, mas situações desagradáveis acabaram acontecendo. Uma rede concorrente foi flagrada copiando os textos divulgados em nosso site.

A concorrência visitou o site da Inove Gás, fez “ctrl c + ctrl v” em vários textos e saiu postando em seus canais (como se fossem de sua autoria) sem o menor constrangimento.

A busca por cliques e clientes é compreensível e válida, mas não quando passa por cima da ética e da transparência. Isso é uma forma de enganar o consumidor.

Ao copiar, a empresa concorrente trapaceou, pois não se deu ao trabalho de planejar as pautas, não precisou acessar várias fontes para obter as informações, não dedicou tempo à redação…

Pegar pronto é fácil, fácil. E o consumidor é levado a acreditar que aquela empresa tem base pra estar falando daquele assunto. Se a concorrente é capaz de enganar o cliente copiando os nossos textos, o que esperar dessa empresa na relação comercial? É tudo pura enganação!

Alguns temas relacionados ao GNV serão comuns a todos que planejarem escrever sobre esse combustível. Então vai ser comum ver o mesmo assunto em blogs de diferentes instaladoras. Mas daí a fazer o “copia e cola” fica feio, né? Além de feio, é plágio e expõe a marca que copiou até mesmo a um processo judicial.

É melhor cada um seguir a sua estratégia e buscar se diferenciar no mercado respeitando o trabalho dos outros e o consumidor, não é mesmo?

E por falar no blog da Inove Gás, passa lá para conferir outras notícias da semana. Acesse aqui.