Expectativa de mais economia com GNV

Expectativa de mais economia com GNV

A economia com o GNV já é uma realidade para os adeptos desse combustível, mas essa vantagem deve atingir um novo patamar, agora que um novo cenário para o gás natural começa a ser desenhado no Brasil.

O governo acaba de anunciar o programa Novo Mercado de Gás, que vai acabar com o monopólio sobre a comercialização e o transporte do produto. O pacote de medidas vai estimular a competição no mercado de gás natural, aumentando a oferta e derrubando o preço de venda, com reflexos no seu uso industrial, comercial, energético, residencial e automotivo.

A expectativa é que, com um mercado mais aberto e competitivo, o preço do gás seja reduzido pela metade. As ações devem impulsionar o aumento do consumo do produto e a retomada do processo de industrialização, contribuindo para o crescimento econômico do país.

O governo também reconhece que o GNV pode ser usado de forma ainda mais estratégica no país. A ideia é estimular a conversão de caminhões de carga quando o mercado de gás estiver consolidado. Esta seria uma forma de diminuir o consumo de diesel e reduzir o custo do frete.

Mais vantagem para quem já usa o GNV

Este novo panorama deve beneficiar de imediato o consumidor que já faz uso do gás natural veicular. Segundo as estimativas do governo, em dois meses já deve ser registrada uma queda nos preços do gás.

Hoje, a economia com o GNV chega a até 65% sobre o valor do litro da gasolina, e há a expectativa de que essa vantagem seja bastante ampliada.

A Inove Gás sempre apostou no GNV como uma opção viável e vantajosa para o motorista. Além de mais barato na hora de abastecer, o gás automotivo rende mais, garante desconto no IPVA em alguns estados, entre uma série de outros aspectos positivos.

Conheça mais benefícios do uso do gás natural veicular como combustível: Vantagens do GNV garantem rápido retorno do valor investido na conversão .

O motorista adepto do GNV já experimenta os benefícios desse combustível em seu dia a dia. Agora, o programa do governo deve contribuir para a expansão desse mercado que tem ainda grande potencial para crescimento no Brasil.

Se ainda não tem o kit gás instalado em seu veículo, esse é o momento, pois vem aí uma era de mais economia com GNV. Vem pra Inove Gás, uma rede que é referência em conversões no Rio de Janeiro. Entre em contato e solicite um orçamento .


Reinstalação do kit GNV em outro veículo

Reinstalação do kit GNV em outro veículo

Entre tantas vantagens, economia acaba sendo a mais atrativa característica do gás natural veicular aos olhos dos motoristas. E não é pra menos: com o GNV, é possível economizar até 65% quando esse combustível é comparado à gasolina, segundo a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás).

Uma outra vantagem do gás menos alardeada por aí é que o investimento feito na instalação de um kit GNV pode ser aproveitado. Sim, é possível a retirada do equipamento de um veículo e a reinstalação do kit GNV em outro carro.

Essa prática é muito adotada por motoristas que trocam de carro mas não abrem mão dos benefícios de rodar com o gás: mais economia na hora de abastecer, maior rendimento, desconto no IPVA, menos danos ao motor, entre outros pontos favoráveis.

O que levar em conta na reinstalação do kit GNV?

É importante avaliar os modelos dos veículos envolvidos nessa operação. O veículo programado para receber o kit GNV deve suportar o tamanho do cilindro. Mais do que comportar o equipamento, vale analisar se não haverá perda de potência associando aquele kit ao novo motor.

No entanto, com boa orientação e todos os cuidados necessários, o resultado será positivo e o rendimento será satisfatório.

Como fica o carro que terá o kit gás retirado?

Com uma retirada habilidosa do kit GNV, o veículo retoma suas características originais e pode ser utilizado novamente movido à gasolina ou etanol.

Para que a retirada de um kit GNV de um carro possa ser bem feita, a instalação também deve ter sido realizada com muita qualidade. Esse fator tem grande influência sobre o resultado final.

Como fica a documentação?

Para a retirada:

O procedimento é simples: basta pegar uma autorização no Detran para a retirada, levar até o convertedor escolhido e, em seguida, levar ao organismo credenciado do Inmetro para inspeção de retirada do GNV. Depois disso, deve-se ir novamente ao Detran e solicitar a baixa do documento do GNV.

Para a instalação:

O procedimento é ligar para o Detran para pegar o código que autoriza a prosseguir com a reinstalação. Tenha as notas fiscais do serviço (retirada/desinstalação e de nova instalação). Leve o carro para fazer a Inspeção Veicular (será verificado se a instalação está em acordo com as normas do Inmetro). Por último, é só levar o laudo no Detran para finalizar o processo e aguardar o documento em que já vai constar o GNV como combustível.

No Rio de Janeiro, os telefones do Detran são: (21) 3460-4040 (região metropolitana) / 0800 020 4040 (interior).

É importante destacar que a oficina que executa o serviço de retirada, instalação e reinstalação de kit deve ser credenciada ao Inmetro.

Inove Gás: orientação e serviços especializados

Pensando em instalar, retirar ou reinstalar um kit GNV? Na Inove Gás, o motorista encontra um time de especialistas capaz de auxiliar na avaliação de todos esses procedimentos. Dessa forma, o cliente se sente seguro para tomar decisões com base em informações técnicas e alinhadas às suas expectativas e necessidades.

Entre em contato com a Inove Gás e solicite um orçamento .


Como potencializar a economia com GNV

Como potencializar a economia com GNV

Abastecer com GNV já é sinônimo de economia. Isso porque o gás, quando comparado aos combustíveis líquidos, apresenta menor valor por quilômetro rodado, gera menos danos ao motor e seu uso ainda garante desconto no IPVA em alguns estados.

Para se ter uma ideia, o uso do GNV possibilita uma economia de até 65% sobre o valor do litro da gasolina, segundo levantamento da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás).

Saiba como extrair a máxima economia com GNV

O primeiro passo é a instalação adequada. Cuidado para não cair em armadilhas e instalar o kit GNV em oficinas que não sejam credenciadas ao Inmetro. O que pode parecer mais barato no início, vai custar caro depois. Outro risco ao escolher mal a convertedora é comprometer a sua própria segurança.

Uma instalação bem planejada também é importante para não pesar excessivamente o veículo com cilindros que não sejam ideais para seu modelo de automóvel. Quanto mais pesado o carro, mais o motorista precisará acelerar para colocá-lo em movimento. Por isso, recorra a uma oficina capaz de executar o serviço customizado para seu veículo e sua necessidade.

Depois disso, basta ficar de olho em algumas dicas simples para manter o consumo do gás automotivo sob controle no dia a dia. Confira a seguir:

  • Mantenha a aceleração leve: deixe o carro desenvolver gradativamente, sem acelerações bruscas.
  • Troque as velas periodicamente: elas devem ser substituídas a cada 10 e 20 mil quilômetros rodados. /li>
  • Mantenha o filtro de ar sempre limpo e desobstruído. O filtro de ar sujo pode reduzir o desempenho do veículo em até 10%.
  • Regulagem do kit gás 3ª ou 5ª geração: mantenha sempre em dia para garantir o bom funcionamento do veículo.
  • Instale um variador de avanço, se necessário: esse equipamento proporciona melhor queima do GNV, o que contribui para mais economia.
  • A manutenção preventiva tem papel importante para reduzir o consumo de combustível por quilômetro. Invista na conservação de seu veículo.
  • Instalação e manutenção de kit GNV: escoIha a Inove Gás!

    A Inove Gás é parceira do motorista interessado na economia com GNV. A empresa realiza a conversão em acordo com as normas do Inmetro, e desenvolve um planejamento adequado à necessidade do cliente.

    Além da instalação, conte com a Inove Gás também na hora de fazer a manutenção do seu veículo. O nosso acompanhamento especializado periódico evita que o condutor rode com algum item desajustado capaz de gerar o aumento do consumo de combustível.

    Com a Inove Gás como instaladora e seguindo essas dicas simples, a economia com GNV é certa. Entre em contato e solicite um orçamento .


Cilindro de GNV: faça a escolha certa

Cilindro de GNV: faça a escolha certa

Componente principal dos kits GNV, o cilindro tem relação direta com a autonomia do veículo. Na hora de escolher o equipamento, é importante avaliar o modelo do carro, o tamanho do porta-malas, a capacidade de abastecimento desejada e, claro, a necessidade do motorista.

O mercado oferece diferentes opções de cilindro de GNV. Confira quais são os modelos mais comuns:

Cilindro de 7,5m³: equivale a cerca de 10 litros de gasolina ou 13 litros de etanol. É o modelo mais compacto e uma boa opção para quem não roda tanto. Por ser menor, não toma muito espaço do porta-malas. Muitos optam por utilizar dois cilindros desse porte, dobrando a capacidade de abastecimento e otimizando o espaço, nos casos de modelos de veículo que comportam um cilindro de 7,5m³ sobre o outro. Cada cilindro desse tipo roda em torno de 90 km.

Cilindro de 9,5m³: apresenta um diâmetro ligeiramente maior que o cilindro de 7,5m³, o que já é suficiente para gerar cerca de 20 a 30 km a mais de autonomia. Também é comum ser usado combinado com o cilindro de 7,5m³ nos carros que suportam.

Cilindro de 15m³: equivale a cerca de 21 litros de gasolina ou 28 litros de etanol. É a opção mais procurada pelos motoristas. Com um desses é possível rodar, aproximadamente, 180 km.

Cilindro de 17m³: equivale a cerca de 25 litros de gasolina ou 31 litros de etanol. Tem o mesmo diâmetro do cilindro de 15m³, mas tem maior comprimento, o que acaba restringindo seu uso em carros menores. Roda cerca de 230 km.

Cilindro de 21m³: é um tipo mais caro, por fazer parte de uma linha especial de cilindros de maior diâmetro. Tem grande capacidade, mas é um modelo bem leve. Com um desses é possível rodar, aproximadamente, 270 km.

Esses são só alguns exemplos. Existem cilindros GNV de outras dimensões e uma convertedora de confiança será capaz de avaliar qual opção é mais adequada e satisfatória para cada caso.

Inove Gás: a melhor solução para seu veículo

É comum que o motorista chegue à loja instaladora com uma ideia formada sobre o tipo de cilindro de GNV que pretende utilizar no veículo e até mesmo a quantidade. No entanto, deve ser feita uma avaliação criteriosa para definir qual o melhor projeto para cada carro.

Na Inove Gás é assim: o cliente recebe um atendimento customizado. A equipe avalia o modelo e as condições do veículo, bem como a demanda específica daquele motorista. Para alguns, o espaço no porta-malas é muito importante, outros desejam rodar muito com poucas paradas para abastecer, entre diversas necessidades.

O resultado dessa avaliação é um projeto bem dimensionado, que não irá danificar partes do carro, gerar peso desnecessário com o excesso de cilindros, prejudicar o desempenho ou comprometer a capacidade de abastecimento desejada pelo usuário.

A Inove Gás tem a MAT como fornecedora de componentes, uma empresa que é referência como fabricante de cilindros no mercado nacional e internacional.

Também é importante destacar que toda rede da Inove Gás é homologada no Inmetro, o que confere credibilidade a todas as lojas do grupo para oferecer serviços de instalação e manutenção de kit gás com qualidade e segurança.

Você pode ter acesso à melhor orientação para fazer uma escolha certeira do cilindro de GNV. É possível aliar autonomia, desempenho e economia! Vem pra Inove Gás! Entre em contato e solicite um orçamento .


GNV é seguro? Cuidados simples garantem a segurança do sistema

GNV é seguro? Cuidados simples garantem a segurança do sistema

Nas raras vezes em que ocorre uma explosão de um carro movido a gás, o caso ganha grande repercussão e esse combustível volta a ser questionado como uma opção segura. No entanto, os especialistas reafirmam: instalado conforme as normas do Inmetro e em dia com as manutenções, o GNV é seguro.

Pode observar, os acidentes envolvendo o sistema GNV sempre estão ligados a um destes fatores ou mesmo à combinação de mais de um deles:

  • Instalações irresponsáveis feitas em oficinas não homologadas no Inmetro;
  • Modificações no sistema sem conformidade com as normas técnicas vigentes;
  • Manutenção do veículo negligenciada por seu proprietário;
  • Não atendimento à recomendação de utilizar também combustível líquido no tanque.

Menos óbvia, esta última causa merece atenção especial. “O carro foi fabricado para rodar com etanol ou gasolina, e o GNV, por mais vantagens que apresente, não deixa de ser uma adaptação”, lembra Márcio Paschoal, diretor da Associação Brasileira do Gás Natural Veicular (ABGNV).

A recomendação é rodar com ¼ do tanque abastecido com combustível líquido, de forma a evitar o ressecamento de partes do motor, mantendo por mais tempo o perfeito funcionamento dos componentes originais do veículo. “A ausência de etanol ou gasolina no tanque pode, por exemplo, levar a bomba de combustível a curto, provocando incêndio”, alerta o especialista.

Entenda por que o GNV é seguro

As propriedades do gás automotivo confirmam que o produto é muito seguro. Além disso, esse combustível é comercializado dentro de elevados padrões de segurança.

O gás só inflama a uma temperatura muito elevada, acima dos 600°C. Nos postos, não há contato com o ar, diminuindo a possibilidade de combustão. Em um remoto caso de vazamento, o GNV se dissiparia rapidamente porque a partícula do gás é muito menor que a do ar.

O kit gás ainda conta com dispositivos de segurança para controlar o comportamento do produto em casos de pressão acima do recomendado, alta temperatura ou fluxo em excesso.

Procedimentos rigorosos também colocam o sistema à prova. Márcio Paschoal explica que a cada lote de 202 cilindros fabricados, dois são selecionados aleatoriamente para testes, sendo submetidos a uma pressão cerca de duas vezes superior à pressão de abastecimento. “Todo o processo envolve muita segurança e falhas que levam a acidentes aparecem ligadas à instalação irregular ou mau uso pelo motorista”, afirma o diretor da ABGNV.

Dicas para o uso sempre seguro do GNV

  • Só converta seu carro e faça as revisões periódicas em oficina homologada pelo Inmetro.
  • Nada de tentar fazer ajustes no sistema por conta própria ou aceitar “uma mãozinha” de quem não é especializado.
  • Recuse peças usadas e cilindros recondicionados ou com pontos de soldas.
  • Exija o uso de tubos de aço.
  • Fique atento para que a pressão de abastecimento não ultrapasse 220 kgf/cm².
  • Ao observar qualquer tipo de falha do carro, não adie, procure logo uma oficina credenciada.
  • Mantenha as revisões em dia.
  • Mantenha ¼ do tanque abastecido com combustível líquido.
  • Não se arrisque andando com o combustível líquido na reserva ou com o tanque totalmente vazio.

A conversão para o GNV é muito vantajosa economicamente e segura, desde que essas orientações básicas sejam seguidas. Com a Inove Gás como parceira para instalação e manutenção do sistema, o motorista tem a garantia de contar com um serviço de alto nível e em conformidade com os requisitos do Inmetro.

Quando a economia do gás se junta à tranquilidade de rodar com o carro sempre em segurança, o GNV é só vantagem! E segurança a gente leva a sério na Inove Gás! Veja onde encontrar uma loja da rede perto de você.


GNV pode ser instalado em qualquer carro?

GNV pode ser instalado em qualquer carro?

O GNV é uma alternativa ao álcool e à gasolina que segue conquistando adeptos pelo país. Não há dúvida de que a principal razão é a economia que o gás automotivo proporciona. Mas, o GNV pode ser instalado em qualquer carro?

Essa é uma dúvida que costuma surgir quando o consumidor está cogitando mudar para o gás, já de olho nas vantagens desse combustível, como mais rendimento, desconto no IPVA e menos danos ao motor.

O GNV pode ser instalado em qualquer carro?

Sim, o kit gás pode ser colocado em qualquer automóvel movido à combustão. Apenas alguns pontos devem ser avaliados para a melhor experiência do usuário. O porte do carro é um deles.

O cilindro ocupa parte do porta-malas e é necessário pensar sobre até que ponto o espaço é importante para você. Em carros maiores do tipo sedã, é possível não comprometer tanto o compartimento traseiro. Modelos compactos acabam sendo mais impactados nesse aspecto, mas ainda assim a instalação do kit permanece viável.

O que a realidade tem mostrado é que, como a economia com o gás é muito significativa, os motoristas acabam passando por cima do que poderia ser um inconveniente.

Uma forma de minimizar a perda de espaço no porta-malas é instalar um cilindro menor (com capacidade menor também). Vale ainda lembrar que o kit, em alguns casos, pode ser alocado embaixo do carro, mas esse tipo de instalação é menos usual.

Além disso, uma convertedora qualificada será capaz de apresentar ao cliente a melhor solução para driblar essa questão, chegando a um resultado muito satisfatório.

Motores de potência mais baixa podem rodar com GNV?

A instalação do kit gás em carros 1.0 ainda é muito questionada, pois o mito da perda de potência ronda o imaginário das pessoas. Hoje, a tecnologia das gerações de kit gás alinhada à tecnologia dos próprios veículos torna possível o uso do gás sem o comprometimento do desempenho.


Como escolher o kit GNV ideal para seu carro?

Convencido das vantagens de ter um carro movido a gás, o motorista decide realizar a conversão. Mas, nesse momento, é possível que surja ainda uma dúvida: como escolher o kit GNV ideal?

Atualmente, os kits de 3ª e 5ª geração são os mais indicados e comercializados. O que é importante saber? O que levar em conta?

Veja a comparação:

Kit gás 3ª geração

Kit gás 5ª geração

Menor investimento com a instalação, pois kit é mais barato

Maior investimento com a instalação, pois kit é mais caro

Maior necessidade de manutenção preventiva

Menor necessidade de manutenção preventiva

Maior perda de potência do veículo

Menor perda de potência do veículo

Principais componentes: chave comutadora, redutor de
pressão, simulador de sonda, emulador de bico, variador de avanço

Principais componentes: chave comutadora, redutor de
pressão, filtro GNV, rampa de injeção, manômetro, sensor MAP, central

Regulagem manual, mas com emulador de bico

Regulagem eletrônica por meio de

software

Chave comutadora para trocas entre GNV e combustível líquido

Chave comutadora – todas as centrais possuem integrada e de menor tamanho dando melhor acabamento (alterna automaticamente entre combustível líquido e GNV)

O gás é aspirado pelo motor através da entrada de ar
(pressão negativa)

O gás é injetado no motor (pressão positiva)

Afinal, é melhor instalar o kit GNV 3ª ou 5ª geração?

Na verdade, determinados carros respondem melhor a um kit do que a outro. É preciso levar em conta o modelo do veículo, seu ano de fabricação e o tipo de motor.

Considerações:

  • O kit gás 3ª geração é mais barato e não necessariamente inferior ao kit gás 5ª geração.
  • O kit gás 3ª geração garante resultados satisfatórios em mais de 80% dos casos.
  • O kit gás 5ª geração é recomendado para modelos mais novos e motores mais potentes.
  • O kit gás 5ª geração é a melhor opção para carros com sistema mecânico mais frágil.

Orientação especializada facilita tomada de decisão

Contar com o apoio de uma convertedora confiável na hora de escolher o kit GNV para seu carro faz toda a diferença. A decisão passa pela verificação das características do veículo e pelo estudo da relação que garantirá melhor custo-benefício.

A Inove Gás possui um time de especialistas preparado para orientar os motoristas sobre o kit mais viável para cada caso. Assim, o cliente tem a tranquilidade de estar fazendo a escolha certa e adquirindo a solução que lhe trará melhor retorno.

Vá a uma unidade da Inove Gás perto de você e tire todas as dúvidas sobre como escolher o kit GNV ideal para seu carro.


Agora é hora de avançar para o próximo nível

O GNV é uma tecnologia que a cada ano que passa vem se modernizando, se particularizando, inclusive trazendo redução ao custo de instalação. E com o kit gás de 5ª geração não foi diferente, mais seguro e com maior desempenho. Desenvolvido principalmente para atender os motoristas que reclamam da perda de potência do veículo, e apesar desse tipo de problema se manter, a 5ª geração prima pela alta potência, e facilmente os usuários vão perceber que atualmente essa avaria não ultrapassa os 3%, o que torna a 5ª geração muito mais benéfica do que as gerações passadas. Mas é importante ressaltar que esse e muitos outros benefícios só acontece se o kit for corretamente instalado e ajustado, por isso, procure sempre por uma oficina autorizada pelo Inmetro.

Tem mesmo diferença entre as gerações?

As maiores diferenças em relação às gerações anteriores podem ser observadas na forma como o gás é fornecido às válvulas de admissão do motor. Por ser um kit injetável a funcionalidade da 5ª geração é muito maior do que a 3ª, que era por sucção. Em relação as peças, as peças da 5ª geração são um pouco menores do que as anteriores, principalmente o redutor de pressão. As válvulas de cilindro e abastecimento continuam as mesmas, o que muda é a funcionalidade. E uma grande vantagem também, é que a 5ª geração trouxe um filtro que ajuda, quando acontecer do compressor do posto jogar algum óleo na hora do abastecimento, nas versões anteriores esse óleo ficava no redutor de pressão e a nova geração acabou com isso incluindo um filtro que absorve esse óleo. A regulagem da 5ª geração também é mais afinada que as outras, pois a mesma só pode ser feita por software. O restante: cilindro, suporte, válvulas de cilindro e abastecimento são iguais as outras gerações.
Não fique só apreciando o avanço da tecnologia, aproveite toda a inovação que essa 5ª geração trouxe ao mercado, economizando com um excelente custo-benefício, e ainda sendo sustentável, pois quando você usa o gás natural como combustível você está usando uma solução eficiente e que não prejudica o meio ambiente. Venha para a Inove Gás!

Homologação do Inmetro: por que é tão importante?

O INMETRO, Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, é uma autarquia de extrema importância para os consumidores brasileiros. Ele existe desde 1973 e é responsável por uma série de certificações de qualidade.

É importante mencionar que o INMETRO está diretamente relacionado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, sendo uma instituição federal brasileira.

Qual é a principal função do INMETRO?

É de responsabilidade desse Instituto verificar se as empresas e seus produtos seguem os padrões predeterminados para o mercado, principalmente em termos de segurança para os consumidores. Essa análise é extremamente relevante e fundamental.

E como o INMETRO realiza o seu trabalho?

Para que um produto seja aprovado pelo INMETRO, ele precisa passar por um processo de homologação, ou seja, ele precisa ser analisado, testado e, somente se passar por todas as etapas da avaliação, poderá chegar ao mercado.

Durante o processo de homologação, os especialistas do Instituto realizam uma série de testes de segurança e de qualidade, além de também fazerem avaliações específicas para cada segmento.

No caso dos kits de GNV e das empresas que fazem a conversão de veículos para gás natural, o Inmetro verifica os critérios determinados pelo RTQ 33, Regulamento Técnico da Qualidade que trata desta área. O Instituto mantém uma base de dados com todas as empresas instaladoras registradas e que possuem o CRI.

Vantagens da Homologação do INMETRO

A homologação realizada pelo Instituto é extremamente importante, mas são poucos os consumidores que realmente sabem os benefícios desse serviço. Conheça as principais vantagens a seguir.

Padronização do mercado: a homologação do INMETRO é fundamental para que os produtos e serviços sejam ofertados aos consumidores de forma padronizada, impedindo, assim, que uma parte dos clientes seja favorecida ou desfavorecida com a sua compra.

Produto ou serviço seguro: outra vantagem essencial que deve ser mencionada é que, durante a homologação do INMETRO, o instituto garante que somente produtos confiáveis levem o seu selo de segurança.

Qualidade garantida: por último, a homologação ainda é importante para garantir que todos os consumidores tenham itens de qualidade e que realmente sejam funcionais para o seu desejo ou necessidade.

Quais produtos e empresas devem passar pela homologação?

Esse processo é importante para todos os produtos e serviços, desde os mais simples até os mais complexos. É imprescindível mencionar que para empresas de risco, essa certificação é ainda mais relevante.

Um exemplo são as corporações que trabalham no fornecimento de kit gás. Essas empresas, em especial, precisam da homologação para assegurar aos clientes que seu serviço e produto são eficientes e que podem ser solicitados pelos consumidores com total segurança.

Quais os riscos em contratar uma empresa fornecedora de Kit GNV que não seja homologada?

O GNV, Gás Natural Veicular, é um tipo de combustível bastante utilizado no Brasil. Mas, para que os veículos possam rodar com esse combustível, eles precisam passar por algumas adaptações, com a instalação de um kit GNV. Por esse motivo, para evitar possíveis explosões e acidentes, é imprescindível que o produto seja instalado da maneira correta e de acordo com as determinações de segurança.

Onde encontrar uma empresa homologada?

Uma das corporações que trabalha fazendo instalação de kit gás no Rio de Janeiro é a Inove Gás. A empresa passou pela homologação do INMETRO e oferta itens seguros aos seus clientes, seguindo à risca tudo aquilo que foi determinado pelo Instituto.

Hoje, a empresa já soma milhares de consumidores satisfeitos com seu serviço. Para contatar a Inove Gás também é muito simples. É possível enviar uma mensagem no site e solicitar um orçamento personalizado, feito sob medida para cada interessado.

A empresa tem filiais em Alcântara, Bonsucesso, Campo Grande, Cascadura, Duque de Caxias, Lote XV, Niterói, Nova Iguaçu, Riachuelo e Tijuca. Vá até a unidade mais próxima e solicite um produto de alta qualidade, com certificação do Inmetro e por um excelente custo-benefício!


GNV vale a pena? O excelente custo-benefício do GNV.

Para você que ainda está na dúvida se instala ou não GNV em seu veículo, vamos destacar os benefícios do GNV e como a instalação do kit gás pode impactar de forma muito positiva nas suas economias, desde o preço mais barato no abastecimento, ótimo custo na instalação até desconto no IPVA. o GNV vale a pena.

O GNV vale muito a pena para quem quer economizar mais, principalmente em médio e longo prazo. O investimento inicial para instalar o kit gás logo é recuperado com a quantidade de dinheiro que os proprietários deixam de gastar para abastecer o tanque. Além disso, é um combustível ecologicamente correto.

Instalação do kit gás e benefícios do GNV vale a pena

A instalação do kit gás deve ser realizada por um profissional. O sistema possui cilindro de diferentes capacidades para atender todos os tipos de carros, sendo o mais barato o de 7,5 m³, indicado para os carros pequenos. O kit ainda contém redutor de pressão e válvulas. Todos os carros podem ser convertidos para GNV e o motor vai permanecer funcionando normalmente, sem a perda de potência.

Em empresas especializadas, como a Inove Gás, os clientes conseguem preços mais acessíveis no kit gás e flexibilidade na forma de pagamento. Assim, economizam já na instalação.

Combustível mais seguro

De acordo com especialistas em segurança, o GNV é um combustível mais seguro, pois se dissipa no ar, justamente por ser gasoso. Em caso de acidentes, os riscos de incêndio são definitivamente menores. Porém, é preciso fazer a instalação do kit gás em uma empresa especializada, que respeite todas as normas de segurança e procedimentos técnicos.

Mais economia para abastecimento

O GNV é ideal para quem é frotista, taxista, Uber, usa o carro para trabalhar, para quem não quer pagar os valores altos cobrados pela gasolina e etanol ou, até mesmo, para quem não quer ter que disputar combustível líquido em caso de greve, como aconteceu recentemente no Brasil.

Após a instalação do kit gás, os benefícios do GNV já podem ser sentidos no bolso em cerca de 3 meses, tempo suficiente para recuperar o investimento inicial, no caso de quem roda cerca de 5 mil km por mês. Se você roda menos, não tem problema: vai perceber as vantagens econômicas rapidamente.

GNV tem menor variação de preço em 2018

Um dos benefícios do GNV é o preço estável. Neste ano, o preço do GNV variou muito menos do que os valores cobrados pelo etanol e pela gasolina. Os dados foram divulgados pela Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado.

Só para se ter uma ideia, de junho de 2017 até junho de 2018, a alta do GNV foi de apenas 15%. A gasolina subiu pelo menos 27,94% e tudo indica que o preço vai aumentar ainda mais. Enquanto isso, o etanol também ficou bem mais caro do que era no ano passado, cerca 18,02%. Se você utiliza gasolina, vai sentir ainda mais rapidamente a economia obtida com a instalação do kit gás.

Descontos no IPVA para quem tem GNV

No Estado do Rio de Janeiro, o desconto para quem tem kit gás instalado no carro é de 62,5% no IPVA. A alíquota de IPVA para quem instalou o kit gás no carro é de 1,5%, enquanto que os veículos movidos a gasolina ou etanol têm alíquota de 4%!

A Inove Gás é uma empresa especializada na instalação de kit gás para todos os modelos de carros. Para receber atendimento de um especialista, basta entrar em contato por telefone. Garanta o melhor preço para deixar seu carro rodando com gás natural e para aproveitar todos os benefícios do GNV em sua rotina!


A conversão para o GNV diminui a potência do carro?

Muitas dúvidas surgem na cabeça de quem pensa em instalar um kit de gás natural no carro para reduzir o gasto com o consumo de combustível, e a principal delas é: a conversão pode prejudicar o veículo?

Perda de potência

A verdade é que, mesmo com os avanços tecnológicos do kit Geração 5, os carros que utilizam o GNV ainda possuem uma potência aproximadamente 3% menor do que os automóveis que rodam com outros combustíveis.

Na prática, essa perda é insignificante. Afinal, quando é que você utiliza o seu carro com a potência máxima no Rio de Janeiro?

A diminuição da capacidade de arranque também costuma ser uma preocupação. Porém, isso não é mais um problema com os kits da 5ª geração, que utilizam combustíveis líquidos como a gasolina para dar partida e passam automaticamente a utilizar o gás em seguida, gerando muito menos desgaste do motor.

Além disso, essa pequena perda de potência também pode ser compensada com o uso do Variador de Avanço específico para o seu carro.

Peso e porta-malas

A perda de espaço para as bagagens também era um ponto preocupante, mas hoje em dia isso é bem simples de resolver. Atualmente, existe uma grande diversidade de tamanhos de cilindros, e alguns modelos como o Duster e o Spin permitem a instalação na parte exterior do carro. Para saber mais sobre esse ponto e conhecer as especificações da conversão no seu carro, faça um orçamento.

Naturalmente, o carro vai ficar mais pesado com a instalação do kit (o que explica, em parte, a perda de potência), mas a variedade de cilindros presentes no mercado permite que esse problema seja solucionado com a instalação de um kit menor.

Vantagens que compensam

Mesmo que esses sejam pontos negativos que fazem muita gente repensar se realiza ou não a conversão para o GNV, o uso do gás veicular traz tantas outras vantagens ao motorista, ao carro e ao planeta, que a conversão acaba valendo a pena.

Economia de combustível

Dados divulgados pela ABEGÁS (Associação Brasileira das Empresas de Gás Canalizado) no ano passado mostram que o Rio de Janeiro é o estado em que o GNV é mais econômico: seu uso proporciona até 62% de economia na comparação com o etanol, e 57% em relação à gasolina.

Desconto no IPVA

Carros que utilizam o GNV e possuem a conversão registrada pelo DETRAN-RJ nos documentos do veículo recebem desconto no valor do IPVA. Quem realizou a conversão e a vistoria até dezembro de 2016 conseguiu um abatimento de 62,5% no IPVA desse ano.

Menos poluição

O gás natural veicular polui menos o planeta do que os combustíveis líquidos: a emissão de dióxido de carbono é, em média, 15% menor do que com a utilização do etanol, e 20% menor do que com a gasolina.

Faça a sua conversão em oficinas credenciadas

Para garantir todos os benefícios do GNV é preciso buscar uma oficina homologada pelo INMETRO. A Inove Gás, oficina de conversão GNV no Rio de Janeiro, além de ser credenciada para realizar a conversão do seu carro, utiliza apenas cilindros da MAT, com garantia de 5 anos, e oferece 2 revisões grátis durante o primeiro ano de utilização do kit. Trabalhamos duro para você economizar e se sentir seguro utilizando o Gás Natural Veicular. Conte conosco para um orçamento grátis.


Existe perigo em abastecer o carro?

No começo deste ano, um vídeo que mostrava um carro explodindo ao fazer o abastecimento com o GNV viralizou no Facebook e no WhatsApp. Apesar de as imagens assustarem, o vídeo é sensacionalista.

É como ter medo de andar de avião. As chances de uma queda são bem menores do que um acidente na estrada, mas mesmo assim, por ver vídeos e notícias na televisão sobre queda de aviões, muita gente prefere viajar de carro ou ônibus.
As chances de algum problema, como uma explosão, acontecer por conta do GNV são bem baixas. Provavelmente iguais ou até menores do que as de acontecer devido a outro combustível, já que as normas para o uso do GNV são ainda mais rígidas.

O GNV não vai causar uma explosão

O gás natural veicular possui densidade inferior a 1, isso o torna mais leve do que o ar. O que isso quer dizer? Significa que em caso de algum vazamento, o GNV se dissipa rapidamente no ar, subindo para as camadas mais altas da atmosfera.

Em casos de locais fechados, é importante saber que o GNV também não causa asfixia já que ele não se acumula nas camadas inferiores. Por não ser tóxico, o GNV também não causa danos à saúde quando inalado.

O que pode causar uma explosão?

Como a explosão do vídeo, o principal motivo que pode levar a um acidente é uma conversão realizada por oficinas não capacitadas e o uso de cilindros impróprios para o GNV.

É comum que algumas pessoas utilizem outros tipos de cilindros para diminuir o custo da conversão, mas apenas os cilindros fabricados especialmente para a contenção do GNV são indicados para o serviço.

É importante fazer a conversão do seu veículo em uma oficina responsável. Sempre exija saber a marca e a procedência do cilindro utilizado e se a oficina é credenciada ou não para realizar o serviço.

Além disso, leve seu veículo para vistorias constantes. Usando o GNV ou outro combustível, é muito importante que você tenha certeza de que está tudo bem com o veículo antes de colocar você e sua família dentro dele.

Principais cuidados ao abastecer

É responsabilidade do frentista ter o cuidado na hora do abastecimento com GNV, já que ele deve observar se o cilindro instalado é realmente de GNV. Se não for, deve orientar ao proprietário do carro. Os outros cuidados valem para o abastecimento como qualquer combustível.

  • Sempre saia de dentro do veículo. As chances de explosão são muito baixas, mas elas existem, tanto para combustíveis líquidos quanto gasosos.
  • Desligue o carro.
  • Em hipótese alguma acenda um cigarro.
  • Não utilize seu telefone celular e/ou qualquer aparelho eletrônico.

Como utilizar o GNV com segurança?

A conversão para o GNV continua sendo altamente recomendada. O DETRAN do Rio de Janeiro oferece descontos no IPVA para quem realizou a conversão.

Para ter a certeza de que irá adquirir um produto de qualidade e segurança, visite uma das lojas da Inove Gás. Além de credenciados para realizar o procedimento, só utilizamos cilindros da MAT – uma empresa com mais de 75 anos de história.

Para melhorar, realizando sua conversão na Inove Gás, instalação de kit gás no Rio de Janeiro, você ainda ganha duas revisões durante o primeiro ano de uso do Kit Gás.

Visite uma de nossas dez lojas e peça seu orçamento.

Segurança, economia e sustentabilidade você consegue com o GNV.