Expectativa de queda do preço do gás natural em agosto


Uso do GNV se mantém como uma alternativa mais econômica e vantajosa para o motorista nos próximos meses

 

A Petrobras anunciou que os preços de gás natural praticados pela companhia junto às distribuidoras devem voltar a cair em agosto.

Isso deve ocorrer porque o preço da molécula do gás está associado ao Brent (barril de petróleo que é referência global), cujo valor tem tido quedas contínuas.

O preço do gás entregue às distribuidoras é reajustado a cada três meses. Em 2020, o preço acumula queda de 36% em dólar e 15% em reais.

 

Veja também as notícias a seguir:

 

 

A redução de preço seria benéfica para todos os segmentos que fazem uso do gás natural, incluindo o automotivo.

O GNV mais barato é uma demanda constante de quem usa o combustível para trabalhar, como taxistas e motoristas de aplicativo. Poder ampliar a margem de lucro com as corridas, especialmente nesse período de crise, será algo muito positivo para este público.

Já a gasolina segue tendência de alta desde o mês de maio. No dia 7 de julho, a Petrobras anunciou reajuste médio de 5% para a gasolina vendida em suas refinarias a partir do dia 8 deste mês. Foi o oitavo aumento consecutivo desse combustível.

Os sucessivos ajustes no preço da gasolina acabaram contribuindo para puxar a elevação do índice de inflação registrado no mês de junho.

 

Veja mais informações:

 

Com a tendência de alta da gasolina, o uso do gás automotivo se mantém como uma alternativa mais econômica e vantajosa para o motorista nos próximos meses.

 

Inove Gás: a parceria certa para quem quer economizar com o GNV

O GNV segue como a melhor opção para quem quer economizar com combustível e a Inove Gás segue como a melhor escolha para quem deseja realizar a conversão com qualidade e segurança.

Na i9, uma rede instaladora 100% homologada no Inmetro, o motorista encontra também excelentes preços nos serviços de conversão e manutenção.

Faça um orçamento em nosso site ou ligue para o nosso call center: (21) 2042-3009.


Dia do comerciante: categoria é essencial para fazer a roda da economia girar

 

Hoje, 16 de julho, é comemorado o dia do comerciante. A data homenageia os profissionais que trabalham no comércio, atividade tão importante para o desenvolvimento econômico do país.

Em razão da crise desencadeada pela pandemia de Covid-19, muitos representantes dessa categoria se veem em dificuldades atualmente. O isolamento social tornou-se uma necessidade inquestionável, mas a diminuição da circulação afetou seriamente as vendas de produtos e serviços.

Agora, com a retomada gradual da situação de normalidade, é hora de fortalecer a atividade comercial para fazer a roda da economia girar. E o consumidor tem um papel fundamental: estimular o comércio local.

Isso começa no apoio aos pequenos estabelecimentos comerciais que estão por perto. Apoiá-los é uma forma de ajudar o pequeno empresário a se manter, contribuindo para a preservação de empregos e para a distribuição de renda na própria região em que se vive.

Por outro lado, o momento exige que os comerciantes se reinventem para atrair os compradores, já que as famílias também foram impactadas pela pandemia e enfrentam a queda da renda.

Entendendo essa necessidade, a Inove Gás vem contribuindo com a fase de retomada. A rede vem fechando novas parcerias com fornecedores, ampliando a variedade de produtos e serviços e flexibilizando as condições de pagamento.

Essa foi a forma que a empresa encontrou de oferecer ao consumidor uma instalação de GNV, que já é algo que colabora para a economia de quem opta pela conversão, a preços mais acessíveis.

Veja também:Importância do GNV na recuperação econômica

 

Vá a uma Inove Gás perto de você

Quem quer começar a economizar com o gás automotivo não precisa abrir mão de uma instalação segura e de boa qualidade. A Inove Gás está sempre motivada em encontrar alternativas para seus clientes, entregando as melhores soluções em instalação e manutenção de GNV.

Veja onde encontrar uma loja Inove Gás:

  • Alcântara

Rua Thiago Cardoso, 31 / Bairro Raul Veiga – São Gonçalo-RJ

  • Bonsucesso

Av. Brasil, 6026 / Bonsucesso – Rio de Janeiro-RJ

  • Campo Grande

Estrada das Capoeiras, 234 / Campo Grande – Rio de Janeiro-RJ

  • Cascadura

Av. Dom Hélder Câmara, 8966 / Cascadura – Rio de Janeiro-RJ

  • Duque de Caxias

Avenida Brigadeiro Lima e Silva, 1759 / Bairro 25 de Agosto – Duque de Caxias-RJ

  • Lote XV

Av. Presidente Kennedy, 6510 / Bairro Lote XV, Belford Roxo-RJ

  • Nova Iguaçu

Av. Carlos Marques Rollo, 1195 / Bairro Vila Nova – Nova Iguaçu-RJ

  • Riachuelo

Rua 24 de Maio, 336 / Riachuelo – Rio de Janeiro-RJ

  • Tijuca

Rua São Francisco Xavier, 254 LJ A / Tijuca, Rio de Janeiro-RJ

 

Para mais informações e orçamentos, ligue para o call center da Inove Gás: (21) 2042-3009.


GNV fecha junho como combustível mais vantajoso

Metro cúbico do gás natural tem o menor preço médio no estado do Rio de Janeiro na comparação com o preço médio do litro da gasolina e do etanol

 

O GNV segue como a opção mais econômica para o motorista do estado do Rio de Janeiro de acordo com o levantamento mensal de preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A pesquisa realizada pelo órgão entre 1º e 30 de junho mostra que abastecer com GNV compensa e gera economia para o motorista que aposta nesse combustível. O metro cúbico do gás natural tem o menor preço médio na comparação com o preço médio do litro da gasolina e do etanol.

Veja os resultados da síntese dos preços praticados no mês de junho de 2020:

 

Gasolina

No estado do Rio, entre 1813 postos pesquisados, a gasolina foi encontrada sendo comercializada pelo preço máximo de R$ 5,495 e mínimo de R$ 3,950 o litro. A média de preços ficou em R$ 4,492.

 

Etanol

A coleta de preços feita em 1767 estabelecimentos do estado mostrou que o etanol teve preço médio de R$ 3,598 por litro, preço mínimo de R$ 2,850 e máximo de R$ 4,699.

 

GNV

No mesmo período, a pesquisa em 473 postos identificou que o GNV foi comercializado ao preço médio de R$ 3,050 o metro cúbico. O preço mínimo encontrado foi de R$ 2,609 e o preço máximo de R$ 3,999.

 

Mais economia com o GNV

Descartando os extremos dos preços máximos e mínimos, que são exceções, o GNV se mantém como a melhor opção quando considerada a média dos preços coletados nos postos de todo o estado.

Além dessa economia na hora de abastecer, o GNV também traz outras vantagens significativas para seus usuários:

  • O GNV apresenta rendimento superior aos combustíveis líquidos: o gás tem um rendimento 20% maior em relação à gasolina e 50% maior em relação ao álcool, segundo a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás).
  • No estado do Rio de Janeiro, o IPVA para qualquer veículo com o kit gás instalado é de 1,5% do valor venal, enquanto um carro flex ou movido à gasolina arca com 4%. A economia é de 62,5%.

 

Inove Gás: parceria para você aproveitar toda a economia do GNV

Na hora de instalar o kit gás, é preciso buscar uma oficina homologada no Inmetro, fator essencial para garantir a qualidade e a segurança do sistema. O credenciamento ao órgão atesta que estão sendo seguidas todas as normas estabelecidas para o segmento.

Escolhendo a Inove Gás para a conversão, o motorista fica tranquilo. A rede é 100% homologada no Inmetro, ou seja, todas as suas nove lojas no Rio de Janeiro atendem aos rigorosos requisitos do órgão. Essa é a parceria que você precisa para aproveitar toda a economia do GNV!


CNH e CRLV digitais já estão disponíveis para motoristas de todo o país

Versão digital dos documentos garante praticidade aos condutores e mais agilidade no processo de emissão

 

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), principais documentos de porte obrigatório dos motoristas, estão disponíveis em formato digital para todo o país desde 1º de julho.

Agora, o aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT) passa a atender os condutores e proprietários de veículos de todas as unidades federativas brasileiras, disponibilizando a versão eletrônica dos documentos: a CNH Digital e o CRLV-e.

O processo de emissão é totalmente online, não sendo preciso comparecer a uma unidade local do Detran. Para portar o documento físico, basta fazer uma impressão simples e caseira da versão eletrônica.

O papel será impresso com um QR Code que garante a autenticidade da impressão. Esse código pode ser consultado por agentes de trânsito em caso de fiscalização.

 

Carteira Digital de Trânsito

O aplicativo da CDT pode ser baixado gratuitamente em smartphones com sistema Android ou iOS.

  • Acesse aqui para instalar o aplicativo.

Com o app, sempre que necessário o proprietário pode acessar sua CNH ou o CRLV, mesmo sem acesso à internet. É gerado um arquivo PDF com uma assinatura digital, comprovando a autenticidade das versões eletrônicas desses documentos.

 

Acesse o blog da Inove Gás

Você acompanha tendências, novidades e notícias do segmento automotivo e do universo do GNV no blog da Inove Gás. Acesse aqui.


Picape com GNV compensa?

Uma picape com GNV traz bons resultados em termos de autonomia, desempenho e economia

 

A picape agrada bastante o público brasileiro. Embora o modelo tenha vocação para o transporte de cargas, muitos motoristas que não têm essa necessidade acabam se interessando por esse tipo de carro. Também tem sido cada vez mais frequente que seus proprietários queiram aliar a versatilidade e robustez desses veículos à economia com combustível, considerando mudar para o GNV.

Fiat Strada, Fiat Toro, Toyota Hilux, VW Saveiro, GM S10, Ford Ranger, VW Amarok, Nissan Frontier, Mitsubishi L200 e Renault Oroch foram as dez picapes mais vendidas no Brasil no primeiro trimestre de 2020. Embora integrem a mesma categoria, os modelos são bem distintos, com variações quanto ao porte, potência do motor, suspensão e suporte à carga.

O que todos os carros acima têm em comum é que suas versões flex se adaptam muito bem à instalação de GNV. Suas caçambas comportam cilindros de maior volume, garantindo bons resultados em termos de autonomia.

Uma picape com GNV rodando com um kit de 5ª geração bem calibrado é capaz de surpreender os motoristas mais exigentes, tanto em termos de desempenho quanto em relação à economia. Com a orientação de uma boa convertedora, é possível chegar à melhor solução para cada caso.

 

Picape com GNV: economia pra valer

A economia que o GNV proporciona na hora de abastecer é seu grande atrativo. Mas vale lembrar também que, no estado do Rio de Janeiro, carros que possuem gás natural como combustível garantem desconto de 62,5% no IPVA.

Essa é uma vantagem e tanto para o caso das picapes, já que normalmente alguns modelos têm o valor do imposto bem elevado.

 

Garanta mais economia com a Inove Gás

Quer saber quanto precisa investir para instalar GNV na sua picape? Peça já um orçamento em nosso site ou em nosso call center: (21) 2042-3009.

 

Na Inove Gás você faz a instalação de kit GNV em até 24 vezes no boleto*, uma condição especial para quem quer começar a se beneficiar do uso do GNV agora, mas precisa de um prazo maior para pagar pela conversão. Aproveite!

*Sujeito à aprovação de crédito pela Financeira. Promoção por tempo limitado. Consulte a validade dessa condição especial pelo telefone informado acima.

 


Importância do GNV na recuperação econômica

Consumo de GNV deve se recuperar gradativamente com a retomada das atividades e o aumento da circulação

A demanda de gás natural veicular no país foi severamente afetada pela pandemia de coronavírus. Segundo a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), em abril, houve redução de 45% no consumo de GNV na comparação com o mesmo mês de 2019.

A queda é atribuída às medidas de isolamento social, que resultaram na diminuição da circulação de veículos, especialmente nos mercados com maior quantidade de carros movidos a GNV, como Rio de Janeiro e São Paulo.

Nessas grandes cidades, a adoção do regime de home office e a diminuição no uso de táxis e veículos ligados a aplicativos puxou para baixo a venda do combustível nos postos.

Levando-se em conta ainda os demais setores em que o gás natural é empregado, como o industrial, comercial, cogeração e geração elétrica, este foi o pior mês dos últimos 15 anos. A única alta registrada foi no uso residencial do gás encanado.

Os dados da pesquisa foram coletados com as concessionárias de todas as regiões do Brasil e divulgados pela Abegás no dia 18 de junho.

 

Importância do GNV na recuperação econômica

 

Com a retomada gradual das atividades, o consumo de GNV deve se restabelecer também gradativamente.

O combustível tem papel importante na recuperação econômica, pois a economia proporcionada pelo seu uso faz a diferença no final do mês, principalmente para os motoristas profissionais, público adepto do GNV.

Com o retorno das atividades, a expectativa é justamente que as pessoas recorram mais aos veículos de aplicativos para evitar o transporte público, movimento que vai contribuir para o consumo de GNV aumentar.

Também existe uma tendência de que as pessoas passem a usar mais o próprio carro para evitar as aglomerações, e com isso, procurem o GNV como forma de economizar.

O levantamento a seguir comprova que o gás continua valendo a pena.

Veja a média de preços dos combustíveis no estado do Rio de Janeiro, de 1 a 18 de junho, segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP):

  • Gasolina: R$ 4,478 / litro
  • Etanol: R$ 3,582 / litro
  • GNV: R$ 3,061 / metro cúbico

Além de mais barato nos postos, o gás apresenta melhor rendimento, entre outras vantagens. Assim, seu uso deve ser considerado pelo motorista que precisa economizar nestes tempos de orçamento apertado.

 

Inove Gás contribui para a retomada

 

A Inove Gás também vem inovando para contribuir com esse momento de recuperação das atividades. A rede vem fechando novas parcerias com fornecedores, ampliando a variedade de produtos e serviços e flexibilizando as condições de pagamento.

Em qualquer loja da Inove Gás você faz a instalação de kit GNV de 3ª ou 5ª geração com cilindro novo ou requalificado em até 24 vezes no boleto*.

Informe-se sobre esta promoção e peça já um orçamento em nosso site ou em nosso call center: (21) 2042-3009.

 

*Sujeito à aprovação de crédito pela Financeira. Promoção por tempo limitado. Consulte a validade dessa condição especial pelo telefone informado acima.

 


Com o retorno à normalidade, número de motoristas de aplicativo pode aumentar.

 

Número de motoristas de aplicativo subiu 137% nos últimos oito anos, crescimento relacionado ao aumento do desemprego e da informalidade

 

O cenário atual vem impondo uma série de dificuldades e isso grande parte da população já está sentindo e vivenciando. Muitos perderam os empregos e quem já trabalhava de forma autônoma ou informal viu a renda despencar com o isolamento social adotado em decorrência da pandemia de coronavírus.

Até fevereiro deste ano, o desemprego já atingia 12,3 milhões de pessoas, dado do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que ainda não reflete os efeitos da Covid-19. E como as previsões não são muito otimistas, tudo indica que a próxima divulgação de números irá mostrar que mais postos de trabalho foram fechados.

Em meio a tudo isso, resta ao brasileiro se reinventar para pagar as contas. Uma possibilidade é que mais pessoas passem a atuar como motoristas de aplicativo no período pós-pandemia, fase que vem sendo chamada de “novo normal”.

Nos dois primeiros meses de impactos do coronavírus, 80% dos carros alugados por motoristas de aplicativo foram devolvidos em todo o país, segundo informações da Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (Abla). Com a diminuição da demanda de passageiros, ficou difícil arcar com os custos dos aluguéis.

Mas, sem outras oportunidades de trabalho em vista, muitos devem voltar à atividade logo que a circulação de pessoas aumentar. E a função deve atrair também novos brasileiros.

Para se ter uma ideia, de acordo com dados do IBGE, nos últimos oito anos, o número de motoristas de aplicativo subiu 137%, crescimento que está relacionado justamente ao aumento das taxas de desemprego e trabalho informal.

Com a crise fechando mais vagas agora, o setor de mobilidade tende a acabar absorvendo mais pessoas para atuar no transporte de passageiros.

 

Inove Gás: parceira dos motoristas de aplicativo

 

Os motoristas de aplicativo são um importante público para a Inove Gás. São eles os grandes adeptos do GNV, aqueles que precisam economizar pra valer com combustível para aumentar a margem de lucro com as corridas.

Pensando neste público, a Inove Gás está fazendo a instalação de kit GNV de 3ª ou 5ª geração em até 24 vezes no boleto*. Essa condição especial é uma mão na roda para quem precisa da instalação agora, mas, por conta desse momento de crise, também precisa de um tempinho maior para pagar, sem comprometer o limite do cartão de crédito, que já anda apertado.

Informe-se sobre esta promoção e peça já um orçamento em nosso call center: (21) 2042-3009.

 

*Sujeito à aprovação de crédito pela Financeira. Promoção por tempo limitado. Consulte a validade dessa condição especial pelo telefone informado acima.

 


GNV: a melhor solução para o transporte sustentável

O gás natural é uma alternativa disponível e viável que oferece melhores resultados que os combustíveis líquidos para o meio ambiente

 

Dia 5 de junho é o dia mundial do meio ambiente. Dia em que iniciativas que promovem a sustentabilidade ganham destaque. Por isso, nesta data, a Inove Gás ressalta uma característica do gás natural veicular, um combustível que traz uma vantagem também do ponto de vista ambiental: o GNV é uma alternativa menos poluente.

Seu uso gera a diminuição na emissão de gases de efeito estufa quando comparado a seus concorrentes. Em relação à gasolina, por exemplo, a emissão de monóxido de carbono é reduzida em até 90%, segundo a Companhia de Gás de Santa Catarina (SCGÁS).

“O uso do GNV tem importante papel na redução dos níveis de poluição atmosférica, uma vez que a sua combustão com excesso de ar tende a ser completa, liberando apenas dióxido de carbono (CO2), em menor proporção que os combustíveis líquidos, e água (H2O)”, diz a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás).

Vale esclarecer que o gás não é uma energia totalmente limpa, mas que ele tem sido visto por especialistas como um combustível de “transição” para um futuro com energia totalmente renovável daqui a algumas décadas.

Enquanto novas matrizes energéticas seguem sendo estudadas e testadas, o gás natural já é uma alternativa disponível e viável que oferece melhores resultados que os combustíveis líquidos como a gasolina e o diesel.

Além de tudo isso, o GNV é muito econômico. Essa é a característica que popularizou esse combustível e que mais contribui para que o número de usuários no mundo venha aumentando.

 

Mude para o combustível bom para o meio ambiente e bom para o seu bolso

 

As vantagens do GNV são atrativas para quem quer aliar economia à consciência ambiental. Economizar e ainda fazer a sua parte para a melhoria da qualidade do ar nas cidades é algo que você pode fazer agora mudando para o GNV.

A Inove Gás é uma grande entusiasta dessa opção energética e dá uma forcinha para que mais e mais motoristas tenham acesso ao gás natural como combustível.

Vá a uma das lojas da rede Inove Gás e garanta a sua instalação de kit GNV com a melhor convertedora do Rio de Janeiro em condições especiais.

Adquira seu kit de 3ª ou 5ª geração em até 24 vezes no boleto*. Peça já um orçamento em nosso call center: (21) 2042-3009.

 

*Promoção por tempo limitado. Consulte a validade dessa condição especial pelo telefone informado acima.

 


Coronavírus: empresas de transporte por aplicativo adotam soluções para prevenção.

Diante da pandemia do novo coronavírus, as empresas de transporte por aplicativo vêm pensando em soluções para proteção dos motoristas e passageiros.

De fato, como o fluxo de pessoas nos carros de apps de transporte costuma ser grande, é preciso pensar em formas de garantir a proteção de quem trabalha ao volante e de quem utiliza o serviço.

Divulgar essas medidas também é uma forma das empresas demonstrarem cuidado com a saúde e de resgatar a confiança do público usuário, que, em geral, segue preocupado com os riscos de contaminação.

Neste mês de maio, a Cabify deu início a um projeto global de distribuição de equipamentos de segurança aos motoristas nos países em que atua. São máscaras reutilizáveis, álcool em gel e um painel que isola o condutor do passageiro.

No Brasil, máscaras e álcool em gel serão enviados de forma escalonada aos motoristas parceiros das oito cidades em que a multinacional atua. As películas de proteção serão instaladas, primeiramente, nos carros de condutores que atenderem a determinados pré-requisitos, e que atuam em determinadas regiões. “De maneira gradual, estamos instalando nos veículos painéis divisores entre o passageiro e o motorista, reduzindo ainda mais o risco de contágio”, diz a divulgação da empresa.

Veja as medidas da Cabify.

A Uber foi outra empresa a anunciar novidades para conter a disseminação do coronavírus. A mais recente medida é uma ferramenta por meio da qual motoristas e passageiros deverão comprovar, por foto, que estão usando de máscaras de proteção ou equivalente.

Por aqui, a partir de 18 de maio, passageiros serão obrigados a sentar no banco de trás do carro, com a janela aberta. O uso do banco do carona em todas as modalidades de corrida está vetado. Agora, os motoristas só podem transportar no máximo três passageiros em vez de quatro.

Confira outras iniciativas da Uber.

Conheça também ações adotadas pela 99.

Embora as empresas venham apresentando soluções para minimizar as chances de contaminação por Covid-19, a grande orientação ainda é: “se puder, fique em casa”.

 

Acesse o blog da Inove Gás

Você acompanha novidades do segmento automotivo e notícias sobre o universo do GNV no blog da Inove Gás! Acesse aqui.


Carro parado exige alguns cuidados

Com as medidas de restrição de circulação nas cidades e a recomendação de isolamento social por conta do novo coronavírus, muitas pessoas reduziram o uso do carro ou estão deixando o veículo completamente parado na garagem.

É preciso lembrar, no entanto, que deixar o carro sem rodar por longos períodos exige alguns cuidados. Um automóvel que fica sem uso por muito tempo pode apresentar bateria descarregada, esvaziamento dos pneus, oxidação do freio e embreagem, entre outros problemas.

Em geral, os manuais dos veículos trazem recomendações sobre as ações que devem ser tomadas em caso de longa inatividade.

Os manuais se referem a motores movidos à gasolina e etanol, já que, originalmente, os carros saem de fábrica com essa configuração. Ainda assim, muitas recomendações são aplicáveis a veículos que tenham passado por conversão para o GNV.

Veja, por exemplo, o que a Fiat recomenda para os modelos da marca aqui.

Em resumo, veja algumas precauções listadas pela montadora caso o veículo precise ficar parado por mais de um mês*:

  • desligar os bornes dos polos da bateria (retirar primeiro o borne negativo) e controlar o estado de carga da mesma. Durante o tempo em que o veículo ficar parado, este controle terá que ser feito mensalmente. Recarregar se a tensão estiver abaixo de 12,5 V.
  • calibrar os pneus com uma pressão de +0,5 bar em relação à normalmente indicada e controlá-la periodicamente.
  • não esvaziar o sistema de refrigeração do motor.

Mensalmente, ou preferencialmente a cada 2 semanas, executar as seguintes operações:

  • ligar o motor (se for o caso, reconectar os bornes dos polos da bateria na mesma sequência recomendada para o desligamento) e fazê-lo funcionar por um tempo superior a 2 minutos.
  • ligar o sistema de ar-condicionado e deixá-lo funcionando por um tempo superior a 1 minuto.
  • acionar o sistema de aquecimento posicionando o seletor de temperatura na posição máxima para permitir a circulação de todo o líquido no sistema de arrefecimento, de maneira uniforme.

*As recomendações acima constam no manual do Grand Siena 2019. Veja na íntegra aqui.

Recomendações específicas para carros convertidos para o GNV

Caso o veículo seja movido a GNV, um cuidado muito simples deve ser somado aos já listados:

  • feche a válvula do cilindro.
  • dê partida no veículo para consumir o resquício de gás na linha.
  • desligue o veículo.

Pelo menos uma vez por semana, dê partida no carro no combustível líquido para a bateria não descarregar e deixe-o ligado por alguns minutos.


Inmetro prorroga prazos de validade do Selo GNV e do Relatório Técnico de Requalificação dos Cilindros

Em decorrência da pandemia do coronavírus, o Inmetro publicou, em 27 de março, a Portaria nº 107/2020, postergando a extensão dos prazos de validade ou de vencimento de uma série de documentos, incluindo registros relacionados ao uso do gás natural veicular.

A portaria estende o prazo de validade dos registros:

  • Selo Gás Natural Veicular (Selo GNV)
  • Relatório Técnico de Requalificação dos Cilindros para Gás Natural Veicular

Estão também contemplados por essa publicação:

  • Certificado de Inspeção Veicular (CIV)
  • Certificado de Inspeção para o Transporte de Produtos Perigosos (CIPP)
  • Certificado para o Transporte de Produtos Perigosos (CTPP)
  • Certificado de Capacitação Técnica (CCT)
  • Etiqueta de Garantia Autoadesiva dos Extintores de Incêndio

Para os certificados, Relatório, Etiqueta e Selo GNV com prazos já vencidos: os 30 dias de postergação contam a partir da data de publicação da Portaria.

Para os certificados, Relatório, Etiqueta e Selo GNV cujos prazos vencerem após a publicação dessa Portaria: os 30 dias de postergação contam a partir da data de seus vencimentos.

Novas extensões de prazos poderão ocorrer, a depender da manutenção das condições de restrição de circulação de pessoas pelas autoridades durante a situação de emergência pública.


Fiat e Toyota investem em modelos preparados para o GNV

Por trás de qualquer investida de uma grande montadora do setor automotivo tem muita pesquisa técnica e estudos de viabilidade e de mercado. Certamente muito embasadas, duas gigantes do segmento decidiram apostar no GNV: Fiat e Toyota, que estão oferecendo modelos com predisposição para o gás natural veicular.

As empresas miram no motorista que roda bastante e reconhece que o GNV é uma boa alternativa para redução do gasto com combustível.

O Fiat Grand Siena e o Toyota Etios Sedã já eram modelos consagrados e a opção de comprar o modelo zero já equipado com o kit gás acaba ampliando o público que é fã desses carros, mas não abre mão de economizar.

As duas empresas têm propostas similares. Após adquirir um dos carros, deve-se solicitar a instalação do kit GNV na concessionária participante. Todo processo de instalação será feito em uma oficina autorizada.

Veja a página oficial de apresentação do modelo da Fiat: Por que ter um Grand Siena com predisposição GNV?

Mais detalhes do modelo da Toyota podem ser vistos na página que a empresa dedica ao carro: Quer economizar com GNV? A Toyota ajuda você.

As duas páginas também enumeram as vantagens do GNV. E claro, a economia desse combustível é ressaltada.

Enquanto o Grand Siena tem porta-malas de 520 litros, o Etios Sedã tem 562 litros. Assim, mesmo após a instalação dos cilindros, o volume útil dos bagageiros ainda fica satisfatório.

 

Conversão é opção mais acessível

 

Se ter um zero desses saindo da concessionária direto para a instalação do kit gás não é algo possível no momento para muitos motoristas, a conversão veicular pode ser uma saída.

Neste caso, o mais importante é a escolha da convertedora. Um serviço bem feito, realizado em uma oficina homologada no Inmetro, com profissionais experientes e qualificados vai te deixar tranquilo e abrir as portas da economia para você.

Pode ser um carro como Siena, o Etios ou o simplesmente o modelo que você já tem. Conheça a Inove Gás, a convertedora onde a segurança e a qualidade são garantidas. Encontre uma de nossas lojas. Acesse aqui.