GNV continua sendo o combustível mais econômico no Rio de Janeiro

O levantamento de preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), realizado entre os dias 29 de setembro e 5 de outubro, comprova que o GNV continua sendo a opção mais econômica para o motorista do estado do Rio de Janeiro.

No período, o monitoramento foi realizado em 111 postos, identificando que o GNV tem preço médio de R$ 3,067 o metro cúbico. O preço mínimo encontrado foi de R$ 2,699 e o preço máximo de R$ 4,185.

Já a gasolina foi encontrada sendo comercializada pelo preço máximo de R$ 5,799 e mínimo de R$ 4,459 o litro. A média dos 420 postos pesquisados ficou em R$ 4,819.

O etanol teve preço médio de R$ 3,792 por litro, preço mínimo de R$ 3,229 e máximo de R$ 4,44. A pesquisa foi feita em 414 estabelecimentos.

Na prática, pode-se fazer a seguinte comparação:

Um motorista parte do Rio de Janeiro, capital, rumo a Cabo Frio, no litoral fluminense. Esse percurso tem, aproximadamente, 139 quilômetros.

  • Usando gasolina, o gasto com combustível vai ficar em torno de R$ 62,49.
  • Rodando com etanol, o custo é de, aproximadamente, R$ 70,24.
  • Com GNV, o valor gasto com combustível nessa viagem cai para cerca de R$ 31,59.
  • Esse simulador de economia leva em conta não só o preço de venda dos combustíveis, mas também o rendimento de cada um deles. Assim, a relação consumo/eficiência mostra que:

    GNV x gasolina: O GNV está 49% mais barato que a gasolina. Ao fazer esse percurso usando o gás automotivo, a economia seria de R$ 30,89.

    GNV x etanol: O GNV está 55% mais barato que o etanol. Nessa viagem, o motorista economizaria R$ 38,65 ao optar pelo gás.

    O exemplo apresenta uma viagem curta e envolve valores baixos. No entanto, é possível pensar na economia que o GNV proporcionaria se a comparação fosse feita considerando toda a movimentação do motorista ao longo do mês. Ao longo de um ano então, o montante poupado seria bem representativo.

    Além dessa economia com o combustível na hora de abastecer, os adeptos do GNV também garantem outras vantagens. No estado do Rio de Janeiro, o IPVA para qualquer veículo com o kit gás instalado é de 1,5% do valor venal, enquanto um carro flex ou movido à gasolina arca com 4%.

    Até o final de 2019, todos os veículos do estado que forem convertidos para o gás natural terão desconto na alíquota do IPVA 2020.

    Inove Gás: a melhor parceria para você aproveitar tanta economia

    Para realizar a instalação do kit gás, é preciso buscar uma oficina credenciada pelo Inmetro, critério indispensável para garantir a confiabilidade e segurança do sistema. O órgão atesta que estão sendo seguidas todas as normas estabelecidas para o segmento.

    E na hora de fazer a conversão, não é preciso ter dúvida. O motorista pode recorrer a qualquer uma das lojas da Inove Gás, a única rede instaladora do Rio de Janeiro 100% homologada no Inmetro.

    Depois é só sair por aí aproveitando toda essa economia!


    Como escolher a instaladora de GNV

    A economia continua sendo o principal atrativo do GNV, consolidado como a opção mais vantajosa entre os combustíveis. Quem deseja integrar o grupo dos motoristas que gastam menos no abastecimento, deve tomar alguns cuidados para escolher a instaladora.

    O assunto envolve aspectos legais e questões relacionadas à qualidade e segurança. Confira algumas dicas:

    1. Busque uma oficina homologada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), órgão responsável por verificar a capacitação dos estabelecimentos convertedores.

    A relação de instaladoras de GNV aptas a realizar o serviço em conformidade com as normas do órgão pode ser consultada aqui.

    O atendimento aos requisitos de qualidade e segurança definidos pelo Inmetro é evidenciado por meio do Certificado de Registro do Instalador (CRI).

    2. Verifique se a oficina está em dia com o CRI, documento que deve estar exposto em local visível no estabelecimento.

    3. Acesse o site e as redes sociais da empresa para pesquisar um pouco mais sobre ela.

    4. Pesquise também sobre a empresa em sites que medem a reputação do negócio. Leve em conta que qualquer serviço ou produto está sujeito a falhas e reclamações de consumidores, mas vale observar como a empresa trata essas ocorrências.

    5. Faça um orçamento, já observando a qualidade no atendimento e a disponibilidade da equipe para tirar suas dúvidas.

    Economia é importante e preço baixo é um chamariz. Mas o motorista sempre deve desconfiar de valores muito fora do que está sendo praticado no mercado. Cuidado para não cair em armadilhas!

    6. Certifique-se de que a oficina utiliza cilindros novos, sem soldas. Informe-se também sobre o fornecedor dos cilindros.

    7. Veja se a instaladora de GNV oferece algum tipo de garantia do serviço.

    Observando os itens acima, o consumidor consegue reunir informações que vão auxiliá-lo na tomada de decisão.

    Inove Gás: única rede instaladora de GNV 100% homologada no Inmetro

    Na Inove Gás, única rede instaladora de GNV 100% homologada no Inmetro, o consumidor tem a garantia da execução da conversão em total aderência com os requisitos do órgão. Todas as nove lojas atendem rigorosamente aos parâmetros para instalação do kit gás.

    Veja mais motivos para escolher a Inove Gás:

    • A Inove Gás só trabalha com cilindros novos da MAT, a maior fabricante de cilindros de alta pressão da América Latina, empresa há 79 anos no mercado.
    • A Inove Gás oferece cinco anos de garantia em todos os cilindros e duas revisões grátis ao longo do primeiro ano.
    • Em todas as lojas, uma equipe especializada recebe o motorista e tira todas as dúvidas técnicas sobre a instalação. Bom atendimento é uma das marcas da Inove Gás!
    • São nove lojas no Rio de Janeiro. Certamente, a localização de uma delas vai te atender!

    Faça um orçamento e surpreenda-se com as condições especiais. Segurança e qualidade a um preço justo é na Inove Gás!


    GNV: segurança é um dos pontos fortes do combustível

    Segurança é um tópico que sempre vem à tona quando o assunto é o gás natural veicular. Você já ouviu por aí que é arriscado usar GNV? Provavelmente já! Isso porque o uso desse combustível ainda é cercado de mitos, levando muitas pessoas a espalhar falsas afirmações por aí.

    Uns dirão que o cilindro explode. Mas tudo não passa de desconhecimento acerca das características do sistema a gás, que entre tantas vantagens, tem a segurança como um de seus pontos fortes.

    O gás automotivo não só é uma opção segura, como é considerado superior neste aspecto em comparação aos combustíveis líquidos.

    Quando instalado corretamente, o GNV fica armazenado sob alta pressão no cilindro, não oferecendo risco de explosão. O sistema é dotado de uma série de válvulas que se fecham em caso de rompimento na tubulação.

    No abastecimento, não há contato do gás com o ar, diminuindo a possibilidade de combustão. Além disso, o produto só inflama a uma temperatura muito elevada, acima dos 600°C.

    Em um improvável caso de vazamento, o GNV se dissiparia rapidamente, pois é mais leve que o ar. Como uma medida extra de segurança, o gás comercializado ainda é odorizado, permitindo que um escape seja identificado rapidamente.

    >Mas e as notícias envolvendo explosões?

    Pode ter certeza: acidentes noticiados estão relacionados a instalações inadequadas ou descaso total do proprietário do veículo com a manutenção do sistema.

    Para haver uma explosão, teria que haver rompimento na parede do cilindro. Mas esse componente é fabricado sem soldas ou emendas, a partir de uma liga metálica difícil de ser rompida.

    Isso leva a crer que os acidentes que são vistos por aí envolvem o uso de equipamentos inadequados, descumprindo as orientações básicas de segurança.

    Por isso, só faça a conversão de seu carro, assim como as revisões periódicas, em uma oficina homologada pelo Inmetro.

    Questão de segurança

    Os cilindros só podem ser comercializados no Brasil se tiverem o selo do Inmetro na parte superior. Esse é o atestado de que a produção e teste dos mesmos estão em conformidade com os critérios estabelecidos pelas normas e regulamentos vigentes.

    O usuário do GNV deve estar atento também ao período de requalificação dos cilindros, a cada cinco anos, em organismo acreditado pelo Inmetro. A requalificação avalia se o cilindro continua em condições de uso.

    Inove Gás: escolha certa para instalação e manutenção

    O que garante a segurança do sistema GNV é a instalação e a atenção às manutenções. Então, é fácil deduzir que a escolha da oficina que irá realizar estes serviços é um fator de extrema importância.

    Ao optar pela Inove Gás, o motorista está escolhendo a única rede 100% homologada pelo Inmetro. Em qualquer uma das nove lojas, o cliente tem a tranquilidade de contar com qualidade e segurança na execução do trabalho, além de ter a certeza de que estão sendo empregados em seu veículo somente componentes certificados.

    Confira também mais informações sobre a segurança do sistema GNV blog da Inove Gás.


    GNV hoje: a melhor opção para seu bolso

     

    O dinheiro bem gasto é sempre motivo de satisfação. Essa é a sensação de motoristas que apostaram no GNV para economizar e estão colhendo os bons resultados dessa escolha.

    Uma economia que não fica limitada à diminuição do custo com combustível na hora de abastecer. Além de mais barato, o gás automotivo gera menos desgaste ao motor e ainda conta com incentivo fiscal em alguns estados, garantindo ao proprietário do carro convertido um considerável desconto no IPVA. Para se ter uma ideia, no Rio de Janeiro, o imposto sai 62,5% mais barato para quem roda com GNV.

    Comprove que o GNV é a melhor opção

    Confira o levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que mostra o preço dos combustíveis no estado do Rio de Janeiro entre os dias 18 e 24 de agosto:

    GNV

    • Durante o período, foram 121 postos revendedores pesquisados no estado.
    • O preço médio do metro cúbico do produto foi de R$ 3,103.

    Gasolina

    • Entre os dias destacados, 423 postos que vendem o combustível foram visitados.
    • A média de preço do litro da gasolina foi de R$ 4,813.

    Etanol

    • O levantamento foi feito em 415 postos entre esses dias.
    • O preço médio registrado foi de R$ 3,767 por litro de etanol.

    Basta observar o preço no posto para constatar que o GNV é a opção mais vantajosa para o bolso.

    Ainda levando em conta esses valores, e comparando o preço da gasolina com o GNV, um motorista que roda 1000 quilômetros por mês teria os seguintes resultados:

    • O gasto com gasolina seria de R$ 449,53 por mês.
    • O gasto com GNV seria de R$234,85 por mês.

    De acordo com os valores atuais, o gás é 48% mais barato!

    Em um mês, a economia seria de R$ 214,68. Parece pouco? Em um ano, seria possível economizar o montante de R$ 2.576,21!

    Associado a outros benefícios, como o desconto no IPVA, pode-se dizer que o GNV vale a pena.

    E ainda há a expectativa de ampliação desta vantagem nos próximos meses, após o governo anunciar uma série de medidas para reduzir o preço do gás natural no país (veja aqui).

    Acesse esta calculadora para comparar a economia que você pode alcançar com o GNV.

    Agora que comprovou que o gás é uma opção viável, é só entrar em contato com a Inove Gás para fazer a conversão de seu veículo.


    GNV: um combustível para os novos tempos

    GNV: um combustível para os novos tempos

    O motorista que quer economizar com combustível já sabe que o GNV é a melhor opção. E a vantagem do gás não se limita ao momento de abastecer, veja só:

    • Alguns estados oferecem incentivo fiscal para quem usa esse combustível, como é o caso do Rio de Janeiro, em que o IPVA sai 62,5% mais barato para o motorista adepto do gás.
    • O rendimento é 20% maior em relação à gasolina e 50% maior em relação ao etanol.
    • Quando comparado à gasolina e ao etanol, o gás causa menor dano aos componentes do veículo.

    Além da economia, que é o grande atrativo do GNV, vale destacar que esse é um combustível que tem sido apontado como uma alternativa mais sustentável, o que lhe caracteriza como uma opção moderna e apropriada às exigências desses novos tempos.

    A queima do gás natural é mais completa que a queima da gasolina e do etanol, o que faz com que veículos movidos a gás natural veicular emitam menos poluentes. Um ponto positivo e tanto se pensarmos que, nos centros urbanos, os controles de poluição atmosférica estão ficando cada vez mais rigorosos.

    Ao gerar cerca de 20% menos emissões de carbono do que a gasolina, por exemplo, o GNV pode contribuir para a melhoria da qualidade do ar nas cidades.

    Mudar para o GNV é um passo em direção aos novos tempos

    O recente anúncio feito pelo governo brasileiro colocando fim ao monopólio no segmento de gás natural será decisivo para aumentar o consumo desse produto. Com as medidas, o Brasil aponta para um futuro com mais carros movidos a GNV e menos emissão de carbono.

    E o primeiro passo em direção aos novos tempos é a conversão para o GNV. Esse processo deve ser feito com o apoio de uma instaladora capacitada, pois somente um kit bem regulado garante todos os benefícios do gás automotivo. É aí que entra a Inove Gás, uma rede 100% homologada no Inmetro, que pode ser a parceira ideal nesse projeto de mais economia e sustentabilidade.

    Vá a uma de nossas lojas e comece a percorrer um caminho cheio de vantagens.


    Expectativa de mais economia com GNV

    Expectativa de mais economia com GNV

    A economia com o GNV já é uma realidade para os adeptos desse combustível, mas essa vantagem deve atingir um novo patamar, agora que um novo cenário para o gás natural começa a ser desenhado no Brasil.

    O governo acaba de anunciar o programa Novo Mercado de Gás, que vai acabar com o monopólio sobre a comercialização e o transporte do produto. O pacote de medidas vai estimular a competição no mercado de gás natural, aumentando a oferta e derrubando o preço de venda, com reflexos no seu uso industrial, comercial, energético, residencial e automotivo.

    A expectativa é que, com um mercado mais aberto e competitivo, o preço do gás seja reduzido pela metade. As ações devem impulsionar o aumento do consumo do produto e a retomada do processo de industrialização, contribuindo para o crescimento econômico do país.

    O governo também reconhece que o GNV pode ser usado de forma ainda mais estratégica no país. A ideia é estimular a conversão de caminhões de carga quando o mercado de gás estiver consolidado. Esta seria uma forma de diminuir o consumo de diesel e reduzir o custo do frete.

    Mais vantagem para quem já usa o GNV

    Este novo panorama deve beneficiar de imediato o consumidor que já faz uso do gás natural veicular. Segundo as estimativas do governo, em dois meses já deve ser registrada uma queda nos preços do gás.

    Hoje, a economia com o GNV chega a até 65% sobre o valor do litro da gasolina, e há a expectativa de que essa vantagem seja bastante ampliada.

    A Inove Gás sempre apostou no GNV como uma opção viável e vantajosa para o motorista. Além de mais barato na hora de abastecer, o gás automotivo rende mais, garante desconto no IPVA em alguns estados, entre uma série de outros aspectos positivos.

    Conheça mais benefícios do uso do gás natural veicular como combustível: Vantagens do GNV garantem rápido retorno do valor investido na conversão .

    O motorista adepto do GNV já experimenta os benefícios desse combustível em seu dia a dia. Agora, o programa do governo deve contribuir para a expansão desse mercado que tem ainda grande potencial para crescimento no Brasil.

    Se ainda não tem o kit gás instalado em seu veículo, esse é o momento, pois vem aí uma era de mais economia com GNV. Vem pra Inove Gás, uma rede que é referência em conversões no Rio de Janeiro. Entre em contato e solicite um orçamento .


    10 motivos para mudar para o GNV

    10 motivos para mudar para o GNV

    Em um momento em que economia e menor emissão de poluentes ganham cada vez mais importância, o gás natural veicular se firma como um combustível alternativo estratégico, que contribui para o bolso e para o meio ambiente. Veja 10 motivos para mudar para o GNV.

    1. Mais economia na hora de abastecer

    Sem dúvidas, esse é o maior atrativo do GNV. De acordo com a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), o uso do GNV possibilita uma economia de até 65% sobre o valor do litro da gasolina.

    2. Melhor rendimento

    Movido a gás, o veículo alcança melhor custo por quilômetro rodado (R$/km). O rendimento é 20% maior em relação à gasolina e 50% maior em relação ao álcool, de acordo com a Abegás.

    3. Incentivo fiscal

    Em alguns estados brasileiros, motoristas que fazem a opção pelo GNV garantem um bom desconto no valor anual do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). No Rio de Janeiro, estado que conta com esse incentivo fiscal, a economia com o tributo chega a 62,5%.

    4. O produto não é alvo de adulterações

    O gás chega aos postos por redes de dutos com a sua qualidade já verificada. Assim, o usuário paga pelo produto que está consumindo, e não danifica o carro com combustível com propriedades alteradas.

    5. Não há risco de desabastecimento

    O fornecimento do GNV se dá por meio de gasodutos, de forma segura e contínua, sem risco de interrupção de abastecimento nos grandes centros. Essa foi uma vantagem e tanto durante a greve dos caminhoneiros de 2018. A paralisação da categoria impediu que etanol, gasolina e diesel chegassem às bombas, obrigando muitos consumidores desses combustíveis a deixar o carro na garagem até que a distribuição fosse restabelecida.

    6. Maior vida útil do motor

    Por não ser corrosivo como os combustíveis líquidos, o gás acaba gerando menos desgaste aos componentes do motor. Bicos injetores ficam limpos por mais tempo, o sistema de escapamento tem a vida útil ampliada e as trocas de óleo lubrificante passam a ser feitas em intervalos maiores.

    7.Rápido retorno do investimento com a conversão

    O investimento com a instalação do kit gás é rapidamente amortizado. Quanto mais rodar, mais brevemente o motorista recupera o valor investido.

    Faça uma simulação e veja em quanto tempo é possível obter retorno do investimento com a instalação do kit de gás automotivo.

    8. Menos poluente

    O gás emite cerca de 20% menos substâncias tóxicas na atmosfera do que os veículos movidos à gasolina, o que contribui para a redução do efeito estufa.

    9. Gigantes do setor automotivo estão apostando no GNV

    Em maio deste ano, a Fiat anunciou o lançamento do Grand Siena Attractive 1.4, em uma versão que sai de fábrica preparada para a instalação do kit GNV.

    Já a Scania vai incrementar a produção de ônibus e caminhões movidos a GNV e biogás. A empresa vem testando modelos de coletivos com esses combustíveis alternativos desde março.

    10. Cenário favorável ao gás

    O Brasil passa por um momento em que estão sendo tomadas medidas visando maior competitividade no mercado de gás natural, como a negociação de acesso aos ativos de escoamento e processamento. Com mais concorrência nessa cadeia, a expectativa é de melhores preços para o consumidor final.

    Vai mudar para o GNV? Inove Gás!

    Os motivos listados acima não deixam dúvidas de que o GNV vale a pena. Mas o processo de conversão requer cuidados. A Inove Gás é homologada no Inmetro e devidamente capacitada para executar serviços de instalação e manutenção do kit GNV com qualidade e segurança.

    A equipe especializada da Inove Gás atua para que o GNV, cada vez mais, seja reconhecido uma opção vantajosa e viável. Venha conhecer a nossa proposta! Entre em contato e solicite um orçamento .


    8 dicas para economizar e colocar a vida financeira em ordem

    Contas em dia, uma grana para curtir um pouco e uma sobra para investir. Ter uma vida financeira equilibrada é o desejo de muitos brasileiros, mas apenas uma parcela consegue alcançar essa tranquilidade.

    Manter a vida financeira organizada, mesmo nos casos em que os rendimentos não são tão altos, é possível. Mas não se engane: esforço, organização e disciplina são fundamentais. Confira algumas dicas:

    1. Registre seus ganhos e gastos

    Comece registrando o que gasta com o objetivo de compreender para onde o dinheiro que você ganha está indo. É possível controlar isso usando planilhas, fazendo anotações e guardando recibos. Uma alternativa é usar um aplicativo de finanças pessoais no próprio smartphone. Até mesmo alguns bancos já oferecem esse tipo de recurso associado à conta.

    2. Repense seus hábitos

    A partir do momento em que se toma conhecimento de todos os gastos, dá pra analisar o que é possível cortar. É provável que identifique alguns excessos e compras de itens supérfluos.

    Analise se é possível enxugar despesas básicas, como água e luz, por exemplo. Valores dos planos de telefone e internet podem ser negociados com as empresas? Já tentou solicitar a redução ou mesmo a isenção de tarifas bancárias e da anuidade do cartão de crédito?

    Vale também reavaliar a necessidade de manter um cartão de crédito. E caso precise, evite ter mais de um. Além disso, esteja ciente que pagar apenas o valor mínimo da fatura é uma armadilha, pois recaem juros pesados sobre essa opção oferecida pelas administradoras. Fuja!

    3. Renegocie suas dívidas

    Mesmo que já esteja no vermelho, ainda é tempo de sonhar com uma vida financeira tranquila. Procure a instituição credora para renegociar sua dívida, peça desconto e escolha um plano de pagamento realista.

    4. Estabeleça objetivos

    Saber onde quer chegar dá mais sentido ao esforço. Assim, também é possível enxergar mais claramente a quantos passos está da conquista de botar ordem na sua vida financeira.

    5. Crie o hábito de poupar

    Defina uma quantia mensal para poupar e se programe para cumprir. Especialistas costumam recomendar que o valor mínimo mensal fique em torno de 10% da renda líquida.

    Pesquise por alternativas mais rentáveis que a poupança, que não tem apresentado bons resultados. Busque informação sobre investimentos e escolha uma opção adequada ao seu perfil.

    6. Faça uma reserva para emergências

    É preciso estar preparado para imprevistos. E uma reserva para emergências garante mais tranquilidade quando você se vê diante de situações inesperadas, como um gasto extra com um conserto em casa ou mesmo a perda do emprego.

    Recomenda-se que essa reserva seja suficiente para manter o seu padrão de vida por no mínimo seis meses.

    7. Seja disciplinado

    Sem disciplina não dá pra ter uma vida financeira tranquila. É preciso se manter firme e se organizar para seguir seu planejamento.

    8. Economize com combustível

    Quando se fala em economizar com combustível, pode vir à mente tirar menos o carro da garagem, já que o preço do etanol e da gasolina andam pesando no bolso.

    Mas diminuir a frequência do uso do veículo não é algo possível para todos. Para este público que não pode ou não deseja deixar de usufruir do conforto e da praticidade de rodar de carro, o gás natural veicular é uma solução viável, mesmo com o investimento inicial na conversão.

    Calcule aqui se o GNV pode ser uma boa alternativa para você. Veja em quanto tempo terá o retorno do investimento com a instalação.

    O GNV tem uma série de vantagens em relação aos combustíveis líquidos. O menor preço é só uma delas. O gás ainda proporciona economia com a manutenção do veículo, pois é mais limpo e gera menos danos ao motor. E não para por aí! No Rio de Janeiro, um incentivo fiscal garante um desconto de 62,5% no IPVA para os veículos movidos a GNV. Ou seja, é economia ao abastecer, economia para manter o veículo em bom funcionamento e economia na hora de pagar o imposto.

    Constatou que o GNV é a melhor opção? Agora é partir para a conversão. Faça um orçamento na Inove Gás , a melhor rede instaladora do Rio de Janeiro. Economize também com combustível e dê mais um passo rumo à vida financeira que sempre desejou.


    Perda de potência com GNV: o que é verdade?

    A perda de potência com GNV costuma ser colocada como a grande desvantagem da conversão. Fazendo uma análise simples, é mesmo possível afirmar: há interferência no desempenho do veículo, a perda é real.

    Real, mas insignificante. Os veículos que utilizam o gás registram uma perda de potência de aproximadamente 3% em comparação com os carros que usam outros combustíveis. Segundo a Naturgy, concessionária de gás natural no Rio de Janeiro, a perda é imperceptível quando é feita a correta instalação do GNV.

    Na prática, a perda de potência não chega a comprometer o dia a dia do usuário. Além disso, ao avaliar somente este ponto e de forma tão superficial, o motorista estaria deixando para trás tudo que o gás tem de vantagem: mais economia no abastecimento, desconto no IPVA, menos danos ao motor e menor impacto ambiental.

    Mas e a capacidade de arranque?

    Compatível com a tecnologia dos veículos atuais, o kit de 5ª geração vem deixando motoristas muito satisfeitos com o uso do GNV. Esse tipo de kit alcança melhor desempenho no arranque por utilizar combustíveis líquidos para dar partida e, logo em seguida, de forma automática, passar para o uso de gás.

    Um equipamento opcional no kit é o variador de avanço , que auxilia o funcionamento do motor com GNV, adequando o ponto de ignição ao uso desse combustível. Isso contribui para que a perda de potência seja bastante reduzida.

    Qualidade da instalação x Desempenho do veículo

    O desempenho de um veículo convertido para o uso do gás está diretamente ligado à qualidade da instalação. Por isso, o motorista deve:

    • Verificar se a oficina instaladora é credenciada no Inmetro;
    • Buscar referências sobre a capacidade técnica da oficina;
    • Verificar se a oficina emprega componentes de qualidade na conversão;
    • Solicitar orientação sobre o kit GNV mais adequado ao modelo do veículo para fazer a melhor escolha;
    • Verificar se a instaladora oferece algum tipo de garantia sobre o serviço executado.

    Tomando esses cuidados será possível aliar toda a economia que o GNV proporciona a um motor com a potência muito próxima do originalmente programado para o modelo do veículo.

    Encontre na Inove Gás a solução para a melhor performance

    Com a Inove Gás, a qualidade é garantida em todo o processo de instalação. A empresa é homologada no Inmetro, trabalha com os melhores fornecedores do segmento GNV e conta com profissionais capacitados e preparados para prestar um atendimento individualizado a cada cliente, de modo a oferecer a melhor solução para que o veículo convertido alcance a melhor performance.

    Vá à loja da rede Inove Gás mais perto de você , faça um orçamento gratuito e tire todas as suas dúvidas sobre o desempenho do veículo adaptado para o GNV.


    Instalação do kit GNV: o que levar em conta para qualidade e segurança do sistema?

    Mais economia, maior rendimento, menos danos ao motor e redução no valor do IPVA são algumas vantagens do gás automotivo sobre os combustíveis líquidos. Ao optar pela instalação do kit GNV (gás natural veicular), os consumidores devem ficar atentos a algumas orientações básicas para melhor proveito.

    Confira a seguir recomendações do Inmetro, órgão responsável pela qualidade e segurança desse produto:

    .

    • Antes de partir para a instalação do kit GNV, faça uma avaliação das condições do veículo, verificando a existência de problemas mecânicos ou elétricos que possam comprometer o funcionamento mais adiante;
    • Verifique se a oficina instaladora consta na relação de empresas credenciadas ao Inmetro e está em dia com o Certificado de Registro de Instalador (CRI), documento que deve estar exposto em local visível no estabelecimento;
    • Ao realizar a instalação do kit GNV, exija da oficina o atestado da qualidade do instalador registrado, que contém a relação de componentes utilizados;
    • Solicite a nota fiscal do sistema e do serviço de instalação. A nota fiscal só tem validade caso a empresa instaladora seja credenciada no Inmetro.
    • O consumidor também deve observar se os cilindros, suportes do cilindro, válvulas de segurança e abastecimento e redutores de pressão estão certificados.

    É importante destacar que para fazer a inspeção inicial e regularizar o veículo convertido, é preciso apresentar uma série de documentos ao Detran, entre eles o atestado de qualidade da empresa instaladora, o certificado de conformidade do cilindro e as notas do serviço de instalação e da aquisição dos componentes do sistema GNV.

    Atentando-se aos cuidados acima, o motorista estará fazendo uma opção que vai lhe proporcionar considerável economia, sem descartar a qualidade e a segurança, aspectos essenciais para a sua satisfação e tranquilidade.

    Instalação de kit GNV com qualidade e segurança

    A opção pela conversão veicular deve ser bem planejada pelo motorista e realizada em uma oficina registrada no Inmetro. Na Inove Gás, o consumidor tem a garantia da execução do serviço com a máxima qualidade e segurança, em total aderência com os requisitos do órgão.

    A Inove Gás é a única rede instaladora de GNV 100% homologada no Inmetro. Isso significa dizer que todas as dez lojas do grupo atendem rigorosamente aos parâmetros estabelecidos para o procedimento de instalação do kit gás.

    Conte com o suporte de quem é especialista em conversão de veículos no Rio de Janeiro. Peça seu orçamento pelo site ou ligando para uma das unidades da Inove Gás. Está pertinho de uma loja? Pode passar lá com o seu carro que o orçamento sai na hora!


    Variador de avanço: dispositivo contribui para desempenho e economia dos motores a GNV

    A perda de potência do motor é apontada como uma das grandes desvantagens dos veículos convertidos para o gás natural veicular (GNV). No entanto, essa questão pode ser driblada com a adequada instalação do kit gás e de um variador de avanço, um dispositivo simples e de baixo custo.

    O variador de avanço também é importante para garantir que o GNV ofereça mais economia e que o veículo emita menos poluentes. Ou seja, um equipamento que faz a diferença para que o motorista tire melhor proveito das principais vantagens do gás automotivo.

    Por que o variador de avanço é importante?

    Como o GNV possui tempo de queima e ponto de ignição diferente dos combustíveis líquidos, o motor reage de forma distinta. Aí entra o variador de avanço, que vai ajustar o funcionamento do sistema convertido ao motor. Com isso, a mistura entre o GNV e o ar se dá no tempo certo, influenciando positivamente no desempenho do carro.

    Confira mais detalhes técnicos: O que é variador de avanço?

    Outras vantagens geradas por esse mecanismo são:

    • melhora no consumo de combustível;
    • aumento da durabilidade do motor;
    • diminuição das despesas com manutenção.

    Isso se traduz em mais economia.

    Um outro benefício relevante que se alcança com o dispositivo é a redução da emissão de poluentes. Quando a queima do combustível é realizada da forma correta, quantidades menores de monóxido de carbono (CO) e hidrocarboneto (HC) são lançadas na atmosfera.

    Orientação especializada para chegar ao melhor resultado

    O variador de avanço pode ser usado na maioria dos modelos de veículos, tanto em kits de 3ª, 4ª ou 5ª geração. O ideal é que sua aplicação seja feita juntamente com a instalação do sistema GNV, mas também há a possibilidade de colocar o aparelho em um momento posterior, após a sua aquisição de forma avulsa.

    O mercado automotivo oferece diferentes tipos do equipamento, sendo que a escolha pelo mais adequado deve se basear em critérios técnicos. Para fazer a opção pela peça que melhor se ajusta ao veículo e garantir o melhor desempenho, é essencial consultar um especialista.

    É importante destacar que a qualidade da conversão tem relação direta com o resultado que o veículo vai alcançar em termos de potência, economia e segurança. Por isso, esse procedimento deve ser realizado em oficina homologada pelo Inmetro, que tenha seus processos avaliados como adequados e seguros.

    Credenciada ao órgão, a Inove Gás coloca a sua rede de atendimento especializada à disposição dos interessados nas vantagens do GNV. Em todas as lojas, o motorista encontra uma equipe preparada para avaliar as condições do veículo e propor as melhores e mais viáveis soluções. Vá a uma de nossas unidades e conte com a orientação de nossos profissionais quanto ao variador de avanço ou qualquer outro componente do sistema a gás.


    GNV vale a pena em 2019?

    O consumidor brasileiro vem se deparando com altas recorrentes nos preços de todos os tipos de combustíveis. Diante deste cenário, é possível que surja a dúvida: GNV vale a pena em 2019?

    Sim, o gás natural veicular se mantém competitivo na atualidade e continua representando significativa economia para os motoristas. Em tempos em que equilibrar o orçamento é essencial, essa é uma alternativa que ainda deve ser considerada.

    Mais economia com o GNV

    Veja os valores médios dos combustíveis no estado do Rio de Janeiro, em maio de 2019, segundo o levantamento de preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP):

    • GNV – Preço médio de R$ 3,1

    A pesquisa foi feita em 276 postos, com variações de preço do GNV entre R$ 2,779 e R$ 4,19.

    • Etanol – Preço médio de R$ 4,024

    Foram 961 postos pesquisados, com o preço do etanol variando entre R$ 3,05 e R$ 4,999.

    • Gasolina – Preço médio de R$ 4,996

    Preços da gasolina levantados em 986 postos, com preço mínimo de R$ 4,549 e máximo de R$ 5,759.

    Comparando, por exemplo, o preço médio da gasolina com o preço médio do GNV para quem roda 1000 quilômetros/mês, em um cálculo com base em 10km/litro de consumo de combustível líquido ou 12km/m³ de gás, chega-se ao resultado:

    GASTO MENSAL (EM REAIS)

    • Gasolina: R$ 499,60
    • GNV: R$ 258,33

    Usando GNV, seria possível economizar R$ 2.895,20 (+ desconto no IPVA) em um ano.

    É importante destacar que o gás automotivo é comercializado em metros cúbicos, enquanto o etanol e a gasolina são precificados em litros. Assim, não basta checar o preço divulgado no cartaz do posto, mas cabe levar em conta o rendimento de cada produto. E o GNV proporciona um rendimento maior por quilômetro rodado quando comparado aos combustíveis líquidos.

    Apostando no GNV

    Consumidores e players do segmento automotivo seguem acreditando que o GNV vale a pena e mantendo o interesse por este combustível.

    De acordo com levantamento da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), foi registrado no país um aumento de 12,3% no consumo de gás automotivo em janeiro de 2019 em comparação com o mesmo mês do ano anterior.

    O motorista continua de olho na economia que o gás proporciona, tanto pela diminuição dos custos com combustível, quanto pela redução dos gastos com manutenção e IPVA. A opção, além de mais barata, gera menos desgaste ao motor e conta, em alguns estados, com desconto no imposto anual que recai sobre os veículos.

    Quem também aposta no combustível é a Fiat, que em maio anunciou o lançamento do Grand Siena Attractive 1.4, em uma versão com preparação de fábrica para instalação do kit GNV. A montadora mira nos taxistas, frotistas e motoristas de aplicativo, público que costuma ser fiel às vantagens do gás.

    Já a Scania acaba de anunciar investimentos na fábrica de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, para incrementar a produção de ônibus e caminhões movidos a GNV e biogás . A empresa vem testando modelos de coletivos com esses combustíveis alternativos em Curitiba, capital paranaense, desde março.

    Aposte você também no GVN! Entre em contato com a Inove Gás para realizar a conversão de seu veículo com qualidade e segurança.