Mesmo após aumentos, GNV vale a pena em 2022?

Alternativa para o motorista, GNV vale a pena em 2022. Confira!


O preço dos combustíveis não para de subir. Motoristas de todo o Brasil cada vez desembolsam mais na hora de abastecer o carro. Até mesmo o gás automotivo não tem escapado dos aumentos, o que tem causado dúvida em muita gente. Afinal, o GNV vale a pena em 2022?

Muitos saem por aí repetindo que “o GNV já era”. Isso apenas demonstra falta de informação, pois basta fazer cálculos simples para concluir que o GNV segue no topo quando o assunto é economia.

O GNV já foi comercializado por muito menos, é verdade, mas em 2022 segue valendo muito a pena.

A coleta de preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) registrou, neste mês de maio, no estado do Rio de Janeiro, os seguintes preços médios:


  • Gasolina comum: R$ 7,829 / litro
  • Etanol: R$ 6,595 / litro
  • GNV: R$ 5,390/ metro cúbico

Só de bater o olho já dá pra ver que o metro cúbico do GNV é mais barato. Mas não é só isso. Também é preciso levar em conta que o GNV rende mais.

Pra ficar mais fácil entender o tamanho da economia, vamos recorrer à calculadora da Naturgy. Você pode fazer o cálculo também usando as suas informações, como quanto roda no mês e rendimento do seu veículo.

Nessa simulação, consideramos um motorista que roda 1000 km por mês e o rendimento padrão. E o que os resultados mostram?


1. Que o GNV está 50,8% mais barato que a gasolina e 59,1% mais barato que o etanol.

2. Que abastecer com cada opção custa:

  • Etanol: R$ 941
  • Gasolina: R$ 782
  • GNV: R$ 385

3. Que, com base nesses valores, em UM ANO, seria possível economizar R$ 4764 substituindo a gasolina pelo GNV e R$ 6672 trocando o etanol pelo gás.


Ou seja, o GNV é a melhor opção na hora de abastecer. E vale lembrar ainda que tem o desconto de 62,5% no IPVA para os motoristas do estado do Rio que mudam para o gás.

Só vai continuar repetindo por aí que o GNV não vale a pena quem tá muito por fora. Faça as contas e comprove.


Inove Gás: comece por aqui


Quem quer se beneficiar de toda essa economia encontra na Inove Gás a parceria ideal. A rede oferece opções de parcelamento no cartão e no boleto para motorista nenhum precisar adiar os planos de instalação do kit gás. Entre em contato com o time de atendimento da i9 para conhecer as condições: (21) 2042-3009.


Cilindro de GNV que enche mais que sua capacidade: isso é possível?

Ao desconfiar de fraude relacionada ao abastecimento do cilindro de GNV, motorista pode fazer denúncia à ANP


Tem motorista que chega no posto para abastecer e sai de lá com o cilindro de GNV “mais cheio” do que a capacidade do próprio equipamento. Por exemplo, tem um cilindro de 15m³, mas o marcador mostra que abasteceu com 17m³ de gás. Mas isso é possível?

Segundo o Inmetro, algumas variáveis devem ser consideradas. “Dependendo da temperatura e da pressão de abastecimento, a capacidade volumétrica do cilindro pode diferenciar (para mais ou para menos) da ‘nominal’ (aquela identificada no cilindro)”, diz o órgão.

Funciona assim:

  • Quanto mais fria a temperatura, mais gás se comprime no cilindro. Quanto mais quente, menos gás.
  • Quanto maior a pressão do gás, mais gás se comprime no cilindro. Quanto menor a pressão, menos gás.

Seguindo essa lógica, o ideal seria abastecer em um dia mais frio, com o carro ainda pouco aquecido e na pressão normatizada, que é de 200 kgf/cm2 (com tolerância de mais ou menos 10%).

Mas, na verdade, o mais provável é caber menos gás no cilindro de GNV do que a sua capacidade nominal devido a fatores, como:

  • a temperatura durante o enchimento;
  • o próprio aquecimento ocorrido durante o abastecimento;
  • a existência de resíduos de óleo dentro do cilindro, que ocupam espaço útil, diminuindo o volume inicial.

A MAT, renomada fabricante de cilindro de GNV, esclarece que a forma correta para medir a capacidade é em volume de água. Tanto que é essa informação, da capacidade em litros, que fica gravada na ogiva do cilindro, em atendimento às normas.

Quando a medição é feita em “litros de água”, não se aplicam essas variáveis que afetam o comportamento do gás.

No entanto, a unidade metro cúbico é utilizada no sistema de abastecimento do posto na hora em que o gás está sendo medido para cobrança. E isso acaba sendo um ponto que gera certa confusão.

Além disso, para entrar mais combustível do que a capacidade, a bomba deveria comprimir a uma pressão maior do que a usual, de 220 bar. Mas isso não é permitido por não ser seguro.


Veja também: Motorista deve estar atento à pressão do GNV no abastecimento


Inclusive, como o Inmetro sugere, postos de abastecimento que aplicam pressões superiores podem ser denunciados à ANP. A denúncia também pode ser feita quando o motorista desconfiar de fraude na quantidade de gás informada no abastecimento, especialmente quando for apontado volume acima da capacidade do cilindro de GNV.


Conte com a Inove Gás para a instalação de GNV


Na rede Inove Gás, o motorista encontra uma equipe capacitada sempre pronta para esclarecer todas as dúvidas e realizar uma conversão de qualidade. Conte com esse apoio. Ligue: (21) 2042-3009.


Preconceito com o GNV: deixe mitos para trás e economize com o melhor combustível

O GNV já está consolidado como o combustível mais econômico há anos, mas muitos ainda têm preconceito com essa alternativa.

Uma série de mitos foram criados em torno do uso do gás, mas todos eles podem ser facilmente derrubados. Quem embarca nessa onda de desinformação tá perdendo é a oportunidade de rodar mais gastando menos.

Um dos maiores mitos é sobre a falta de segurança do uso do GNV. Não tem essa! Se a instalação do kit gás for feita de acordo com as normas do Inmetro, órgão responsável por verificar a capacitação dos estabelecimentos convertedores, não há riscos.

Por isso, é muito importante buscar uma oficina homologada no Inmetro. Esse, na verdade, é o primeiro passo para garantir a sua tranquilidade.

Outro preconceito que se ouve por aí é que não compensa fazer a conversão por conta do valor da instalação. Essa é mais uma afirmação que pode ser questionada.

O GNV é muito mais barato nos postos e a economia é, de fato, muito significativa. Ou seja, rapidinho a instalação “se paga”.

E o proprietário de veículo que faz essa opção ainda ganha desconto anual de 62,5% no IPVA no estado do Rio de Janeiro. Dependendo do modelo do veículo, só esse desconto já paga boa parte do valor investido no kit gás.




E ainda tem mais preconceito por aí! Tem gente que diz que o GNV acaba com o motor do carro. Será mesmo?

Segundo a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), uma das vantagens do GNV é justamente o menor desgaste de partes e componentes do motor e um maior intervalo entre as trocas de óleo lubrificante.

O GNV não estraga o motor. Mas uma coisa que pode desencadear problemas é um equipamento mal instalado e mal regulado. Por isso, mais uma vez, é preciso falar sobre a atenção na escolha da instaladora.

“Ah, mas com o GNV o carro perde a potência”. Tá aí mais uma besteira, pois, na prática, a perda é insignificante. Os kits evoluíram, os instrumentos de regulagem também. Em uma boa oficina, com componentes de qualidade e equipe capacitada para os ajustes, o carro sai rodando bem demais.


Vai de GNV com a Inove Gás


Uma rede homologada no Inmetro que oferece instalação com qualidade e segurança, utilizando os melhores cilindros e equipamentos do mercado, é tudo o que você precisa para superar esse preconceito com o GNV.

Entre para o time da economia, vem pra Inove Gás! Ligue: (21) 2042-3009.


Retorno do investimento com o GNV: saiba o que levar em conta

O GNV ganha a disputa com o etanol e a gasolina quando o assunto é economia. Mas a instalação tem um custo e muitos motoristas gostam de colocar na ponta do lápis em quanto tempo vem o retorno do investimento com o GNV.

A seguir, vamos fazer uma simulação utilizando valores reais e atuais do mercado para você ter uma ideia do tempo de retorno do investimento inicial.


Preço dos combustíveis


O GNV segue como o combustível mais barato na hora de abastecer. O levantamento de preços da Agência Nacional do Petróleo e Biocombustíveis (ANP) mostra que, de 1 a 8 de abril, o preço médio nos postos era o seguinte:


Combustível

Preço

GNV

R$ 4,691 / metro cúbico

Gasolina

R$ 7,731 / litro

Etanol

R$ 6,023 / litro


Esses preços médios serão considerados na simulação.


Investimento na instalação


O valor do kit usado na simulação foi de R$ 3.699, preço recentemente anunciado pela Inove Gás para o kit GNV 5ª geração Rodima e cilindro novo da MAT de 57 litros (14m³), em uma promoção por tempo limitado*.


Valor de instalação na Inove Gás

kit GNV 5ª geração Rodima e cilindro novo da MAT de 57 litros (14m³)

R$ 3699


Quantos kms o motorista roda por mês?


Para fazer esta conta, vamos considerar um motorista que percorre 1000 quilômetros por mês.


Tempo de retorno


Comparação

Economia mensal com o GNV

Retorno do investimento

GNV x etanol

R$ 525,36

7 meses

GNV x gasolina

R$ 438,03

6,8 meses


Ou seja, em 6 ou 7 meses o valor gasto na instalação se paga.< /p>

E ainda tem mais!


Outro ponto positivo e que se soma à essa economia é o desconto no IPVA concedido para quem tem o kit GNV instalado, incentivo fiscal válido em alguns estados. No Rio de Janeiro, por exemplo, o desconto é de 62,5%.

E se você incluir na conta o valor que economizaria com o IPVA, o retorno do investimento com o GNV vem mais rápido ainda!

Como se pode ver, os números seguem mostrando que o GNV é muito vantajoso. Quem roda muito consegue economizar pra valer com o gás.


E pra garantir a sua instalação?


É na Inove Gás, é claro! Entre em contato com o call center: (21) 2042-3009.


*Consulte as ofertas vigentes e as condições.< /i>


Detran.RJ retoma serviços que estavam com prazos suspensos por conta da pandemia

Foram definidos os prazos para renovação da CNH, recurso de multas e transferência de veículos


O Detran.RJ tem um novo cronograma para serviços que estavam suspensos por conta da pandemia. Os condutores do estado do Rio de Janeiro devem ter atenção, já que a renovação de Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) que estavam vencidas desde março de 2020 é um dos serviços que serão retomados.

Também foram definidos os prazos para transferência da propriedade de veículos, registro e licenciamento de veículos novos, recursos de multas, apresentação de defesa da autuação e identificação do real infrator.


Habilitação


Vencimento da CNH

Renovação

CNHs vencidas entre março e julho de 2020

Até 31 de maio de 2022

CNHs vencidas entre agosto e dezembro de 2020

Até 31 de julho de 2022

CNHs vencidas entre janeiro e junho de 2021

Até 31 de setembro de 2022

CNHs vencidas entre julho de 2021 e março de 2022

Até 31 de dezembro de 2022


O Detran.RJ destaca que para fins de fiscalização, as CNHs vencidas entre 1º de março de 2020 e 31 de março de 2022 continuarão válidas apenas até o fim dos prazos de renovação apresentados neste cronograma.


Transferências de propriedade de veículos


Compra do veículo

Período para transferência

Veículos comprados entre janeiro e maio de 2021

Transferência vai até 31 de maio de 2022

Veículos comprados entre junho e setembro de 2021

Transferência vai até 30 de junho de 2022

Veículos comprados entre outubro e dezembro de 2021

Transferência vai até 31 de julho de 2022

Veículos comprados entre janeiro e março de 2022

Transferência vai até 30 de agosto de 2022


O veículo novo adquirido entre 5 de março de 2021 e 28 de março de 2022 deve ser registrado e licenciado até 29 de maio de 2022.


Multas de trânsito


Foram estabelecidos prazos para os seguintes serviços:


  • Apresentação de defesa da autuação
  • Identificação do condutor infrator
  • Apresentação de recursos à notificação de penalidade de multa
  • Apresentação de defesa processual
  • Apresentação de recursos em processos de suspensão do direito de dirigir e de cassação do documento de habilitação

  • Apresentação de defesa prévia e indicação do real infrator

    Prazo final

    Previstas para o período de 22 de março de 2021 a 28 de março de 2022

    Prorrogadas para 31 de maio de 2022

    Notificações de penalidade e notificações nos processos de suspensão do direito de dirigir ou de cassação da habilitação já expedidas previstas para o período entre 22 de março de 2021 e 28 de março de 2022

    Prorrogadas até 31 de maio de 2022


    Fonte: Detran.RJ


    5 dicas para se proteger de instalações irregulares de GNV

    Os constantes aumentos no preço da gasolina e do etanol têm assustado os motoristas e levado cada vez mais interessados ao uso do gás automotivo. Mas ao mudar para essa alternativa mais barata, é preciso se proteger de instalações irregulares de GNV.

    A busca por economia não pode deixar para segundo plano a qualidade e segurança da conversão. Por isso, o primeiro passo é realizar o serviço em uma oficina homologada no Inmetro.


    Confira 5 dicas para se proteger de instalações irregulares de GNV e não cair em uma furada:


    1. O primeiro passo é checar se aquela oficina onde você planeja fazer a instalação consta na relação de empresas credenciadas ao Inmetro. Para verificar, consulte no site do órgão a listagem oficial.

    2. Na oficina, confira se ela está em dia com o Certificado de Registro de Instalador (CRI). Esse documento atesta o atendimento aos requisitos de qualidade e segurança definidos pelo Inmetro e deve estar exposto em local visível para o consumidor no estabelecimento.

    3. Na hora de realizar a instalação do kit GNV, exija da oficina o atestado da qualidade do instalador registrado, que contém a relação de componentes utilizados.

    4. Solicite a nota fiscal do sistema e do serviço de instalação.

    5. Observe se os cilindros, suportes do cilindro, válvulas de segurança e abastecimento e redutores de pressão estão certificados.


    Inove Gás: nossas lojas, todas homologadas


    Um ponto importante a observar é que o registro no Inmetro vale especificamente para uma determinada loja. Por exemplo, a rede Inove Gás conta com lojas no Rio de Janeiro. Cada uma dessas lojas possui um registro diferente.


    Fique tranquilo, somos uma rede 100% homologada. Confira:


    Loja

    Endereço

    Registro no Inmetro

    Alcântara

    Rua Thiago Cardoso, 31 – Bairro Raul Veiga | São Gonçalo-RJ

    6168

    Bonsucesso

    Av. Brasil, 6026 – Bonsucesso | Rio de Janeiro-RJ

    6049

    Campo Grande

    Estrada das Capoeiras, 234 – Campo Grande | Rio de Janeiro-RJ

    6172

    Cascadura

    Av. Dom Hélder Câmara, 8966 – Cascadura | Rio de Janeiro-RJ

    6166

    Duque de Caxias

    Av. Brig. Lima e Silva, 1759 – Bairro 25 de Agosto | Duque de Caxias-RJ

    5885

    Lote XV

    Av. Presidente Kennedy, 6510 – Bairro Lote XV | Belford Roxo-RJ

    6080

    Nova Iguaçu

    Av. Carlos Marques Rollo, 1195, Bairro Vila Nova | Nova Iguaçu-RJ

    5742

    Vilar dos Teles

    Av. Automóvel Clube, 1779 – Vilar dos Teles | São João de Meriti-RJ

    5954


    Entre em contato com o call center da Inove Gás para fazer um orçamento: (21) 2042-3009.


    GNV ainda compensa?

    Embora não escape das elevações de preço, GNV ainda compensa e segue como melhor opção para o bolso


    Os motoristas vêm sendo impactados pelos consecutivos aumentos nos preços dos combustíveis. O GNV não escapa, o que tem levado o motorista a se perguntar: o GNV ainda compensa?

    Os altos valores afetam, principalmente, quem precisa do veículo para trabalhar, como taxistas e motoristas de aplicativo. Mas na hora de abastecer, esses profissionais sabem que o gás ainda é, de longe, a melhor opção para o bolso.

    É só comparar. A coleta de preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) registrou, de 1 a 11 de março, no estado do Rio de Janeiro, os seguintes preços médios:


    • Gasolina comum: R$ 7,081 / litro
    • Etanol: R$ 5,594 / litro
    • GNV: R$ 4,616 / metro cúbico

    Considerando os valores desse levantamento, o GNV está 47% mais barato que a gasolina e 53% mais barato que o etanol.

    A economia é muito bem-vinda nestes tempos em que qualquer valor poupado importa.

    Um motorista que roda 1000 km por mês, por exemplo, economizaria R$ 312 substituindo a gasolina pelo GNV e R$ R$ 396 trocando o etanol pelo gás.

    Ou seja, abastecer com GNV continua valendo muito a pena.


    Inove Gás: o ponto de partida da economia


    É justamente porque o GNV compensa que as conversões continuam em alta. E a economia pode começar em uma das 10 lojas da rede Inove Gás, onde você encontra opções de parcelamento da sua instalação do kit gás. Entre em contato com o call center da i9 para conhecer as condições: (21) 2042-3009.


    Como regularizar o kit GNV

    Entenda como regularizar o kit GNV do veículo que acabou de passar pela conversão


    Depois que seu veículo passou pela conversão para o gás, é preciso regularizar o kit GNV. Entenda como funciona esse processo no estado do Rio de Janeiro.


    O que fazer para regularizar o kit GNV?

    É preciso fazer uma inspeção veicular de homologação. Essa vistoria é bem completa e checa não só a segurança e funcionalidade do sistema a gás, mas também diversos outros itens do carro (mecânica, elétrica e condições gerais).


    Após a conversão, quando devo realizar a vistoria?

    Esse processo deve ser feito em até 10 dias após a conversão.


    Onde fazer a inspeção veicular?

    A vistoria do veículo deve ser feita em uma Instituição Técnica Licenciada (ITL) acreditada pelo Inmetro.


    Como proceder junto ao Detran.RJ?

    Antes de levar o veículo para a inspeção, solicite uma senha de autorização prévia no Detran para a inclusão de GNV como combustível no documento.


    Quais os documentos exigidos na inspeção?

    • Carteira de Habilitação do condutor
    • Documento do carro – CRLV
    • Notas Fiscais da instalação do kit GNV
    • Certificado do cilindro
    • Atestado de qualidade do instalador
    • Autorização prévia do Detran

    Quais os itens analisados na vistoria?

    A vistoria analisa todo o sistema GNV: redutor de pressão, válvulas de abastecimento, fixação da bateria, ponto de aterramento, manômetro, estado geral do cilindro, número do cilindro, selo do cilindro, certificação dos componentes, fixação do suporte do cilindro, dimensionamento das cintas, entre outros itens.

    Além disso, é feita checagem de freios, suspensão, alinhamento, iluminação, vidros etc.


    O que acontece quando o veículo é aprovado na inspeção?

    Se tudo estiver em conformidade, o veículo é aprovado e recebe o Certificado de Segurança Veicular (CSV), o Certificado de Inspeção (CI) e o Selo GNV.

    Esses documentos devem ser apresentados na vistoria obrigatória realizada pelo Detran.


    E o passo seguinte?

    Depois da inspeção em uma Instituição Técnica Licenciada, é preciso levar o carro ao Detran para a mudança na documentação. Isso deve ser feito em até 30 dias após a homologação.

    É necessário alterar as características do veículo no documento e no cadastro do Detran.

    O proprietário do veículo deve pagar o Duda, uma taxa cobrada para alteração de dados e características do veículo.

    Em seguida, é só agendar a vistoria no Detran.

    No dia marcado, compareça à unidade com o veículo e a documentação exigida.


    Tudo pronto para economizar muito

    Com tudo aprovado, o motorista está com a sua situação regularizada, pronto para garantir muita economia com o GNV!




    Por onde começar?

    Pela Inove Gás, é claro! Pra tudo isso dar certo, a instalação do kit GNV precisa ser feita em uma oficina homologada no Inmetro.

    Fique tranquilo, já que todas as lojas da i9 são credenciadas junto ao órgão. Ligue e programe a sua instalação: (21) 2142-3009.


    Confira o cronograma de licenciamento de veículos de 2022 no RJ

    O calendário para o licenciamento de veículos no estado do Rio foi divulgado neste dia 2 de março pelo Detran.RJ. O cronograma de 2022 está dividido em quatro datas:


    Placa do veículo

    Prazo para pagamento

    Final de placa 1 e 2

    Até 30/09/2022

    Final de placa 3, 4 e 5

    Até 31/10/2022

    Final de placa 6, 7 e 8

    Até 30/11/2022

    Finais de placa 9 e 0

    Até 31/12/2022


    Vale lembrar que o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) não é mais impresso em papel-moeda desde 2021. O licenciamento agora é 100% digital. Depois que as taxas forem compensadas, o usuário estará apto a usar a versão digital do documento, o CRLV-e.

    Após as datas acima, os veículos que não emitirem o CRLV-e 2022 estarão em situação irregular.

    Por determinação do governo federal, a taxa de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestre (DPVAT) não está sendo cobrada em 2022.


    Como efetuar o pagamento


    É preciso pagar a Guia de Regularização de Taxas (GRT), que pode ser obtida no site do Detran (www.detran.rj.gov.br) ou do Bradesco (www.bradesco.com.br).


    Emitindo a guia de pagamento pelo Bradesco


    • Para a emissão da guia no site do banco, selecione a opção “Produtos e Serviços” (à esquerda).
    • Em seguida, clique em “Serviços”.
    • Vá para a opção “Pagamentos”.
    • Dentro da opção “Tributos”, selecione o item “DETRAN RJ – GRD, DUDA, GRT e GRM”.
    • Vai aparecer uma lista de telefones para esclarecer dúvidas. No final dela, busque a opção “Gerar boleto”.
    • Marque GRT (no alto da página).
    • Será solicitado o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam).
    • Digite a sequência de 4 dígitos apresentada pelo site, clicando em “Continuar”.

    CRLV-e via aplicativo Carteira Digital de Trânsito


    Primeiro, é necessário se registrar no portal gov.br, cadastro do governo federal. Nesse ambiente eletrônico, o motorista também pode baixar a CNH Digital, válida em todo o território nacional.

    Veja os passos seguintes:


    • Instale o aplicativo CDT – Carteira Digital de Trânsito no celular.
    • Cadastre o usuário.
    • Depois de instalado o app, abra e selecione: “Entrar com gov.br”.
    • Na tela seguinte, informe CPF e selecione “Próxima”.
    • Na próxima tela, crie uma conta e, após criá-la, retorne ao aplicativo e clique em “Entra com gov.br”.
    • Baixe o CRLV Digital.
    • Faça o login.
    • Selecione “Veículos”.
    • Informe o número do Renavam e o Número de segurança do CRV (é o antigo DUT, com 11 caracteres).
    • Selecione “Incluir” e estará pronto o CRLV Digital.

    O acesso ao documento também pode ser feito pelo Posto Digital do Detran.RJ (no site detran.rj.gov.br) ou pelo site da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran).


    Inove Gás: GNV e muita informação pra você


    A área de Notícias do portal Inove Gás reúne muita informação de qualidade para o motorista, especialmente para os adeptos do GNV. Fique por dentro!


    Vai viajar no carnaval? Vai de GNV!

    Quando se compara, a economia com o GNV é inquestionável


    O carnaval deste ano foi cancelado no Rio de Janeiro e o estado vai ficar sem as tradicionais comemorações. Mas, como a terça-feira de carnaval é feriado estadual, muitos fluminenses conseguiram uma folguinha. E se tem alguém pensando em viajar, a melhor escolha, claro, é o GNV.

    O levantamento de preços da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) comprova que o GNV continua sendo a opção mais econômica para o motorista do estado.

    Em fevereiro deste ano, o GNV tem preço médio de R$ 4,43 o metro cúbico, enquanto a gasolina está sendo comercializada pelo preço médio de R$ 7,20 o litro, e o etanol tem média de R$ 5,94 por litro.

    Ou seja, já na hora de abastecer, fica evidente que o GNV vale mais a pena. Mas veja só esta comparação:

    Vamos supor que um motorista que mora na cidade do Rio de Janeiro tenha decidido passar o feriado de carnaval em Cabo Frio, na Região dos Lagos. Este percurso tem aproximadamente 153 quilômetros. Veja quanto vai custar fazer o trajeto com cada combustível:


    Combustível

    Preço médio

    Gasto total

    GNV

    R$ 4,43 / m³

    R$ 51,35

    Etanol

    R$ 5,94 / l

    R$ 121,18

    Gasolina

    R$ 7,20 / l

    R$ 102,95


    É muita diferença! E olha que o exemplo considera uma viagem só de ida. Some aí a volta e mais os gastos no dia a dia.

    O GNV proporcionaria uma economia e tanto se a comparação fosse feita levando em conta toda a movimentação do motorista ao longo de um mês inteiro. Melhor ainda seria a economia em um ano usando o gás automotivo.

    Quando se compara, a economia é inquestionável. Atualmente, no Rio de Janeiro, o GNV é 50% mais barato que a gasolina e 58% mais barato que o etanol.


    Inove Gás: a economia com GNV começa aqui


    Quem quer mudar para o GNV deve procurar uma oficina que leve qualidade e segurança a sério. E na Inove Gás é justamente assim! Todas as 10 lojas da rede são homologadas no Inmetro, possuem equipe capacitada e só utilizam componentes de primeira.

    Não espere mais! Mude para o GNV com a Inove Gás e comece a economizar já! Ligue: (21) 2042-3009.


    5 cuidados ao comprar carro usado com GNV

    Antes de fechar negócio, avalie a segurança e a qualidade da instalação do carro usado com GNV


    Você está em busca de um carro usado ou seminovo, e já procura um com GNV instalado? Essa pode ser uma boa ideia, desde que alguns cuidados importantes sejam tomados.

    Os usados e seminovos estão em alta. Em 2021, a venda cresceu 17,8% em relação ao ano anterior. Segundo dados da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), o número de unidades comercializadas foi de 15,1 milhões.

    Comprar um veículo com alguns quilômetros rodados é uma solução para muitos que não podem bancar um novo. É uma forma de economizar na compra desse bem. Aliar essa escolha ao GNV é uma forma de potencializar a economia.

    Mas antes de fechar um negócio, confira cuidados ao comprar carro usado com GNV.


    Carro usado com GNV: o que levar em conta?


    Sempre que se compra um carro usado é preciso avaliar o estado geral em que se encontra. Pneus, lataria, mecânica e elétrica devem ser analisados de forma criteriosa.

    E no caso de optar por um carro com GNV instalado, outros cuidados são necessários para garantir uma boa compra e evitar dores de cabeça. Vamos às dicas:


      1. Em primeiro lugar, peça ao vendedor do veículo a nota fiscal da compra e da instalação do kit gás. Confira se o serviço foi feito em oficina homologada no Inmetro, o que já indica se a conversão foi feita de modo seguro.

      2. Solicite o Certificado de Segurança Veicular (CSV) emitido pelo organismo de inspeção acreditado pelo Inmetro.

      3. Peça para ver o documento do veículo. Nele deve constar a informação de que o gás é um dos combustíveis.

      4. Cheque se a vistoria do veículo está dentro da validade, bem como se o procedimento foi realizado por empresa credenciada pelo Inmetro.

      5. Verifique se o cilindro passou pelas inspeções necessárias. A cada cinco anos o componente deve ser inspecionado.


    Outra dica válida é contar com uma ajuda especializada na avaliação do veículo. Isso dá muito mais segurança na hora de concluir a compra.


    Instalação e manutenção é na Inove Gás


    Comprou um carro usado com GNV? Conte com a Inove Gás para as manutenções periódicas e todos os ajustes necessários.

    Tá rodando na gasolina/etanol e quer converter agora? A i9 instala o kit gás pra você com a qualidade e segurança que esse processo exige.

    Todas as 10 lojas da rede são homologadas no Inmetro. Rode despreocupado e economizando pra valer! Vem pra Inove Gás! Faça um orçamento clicando aqui.


    GNV fecha primeiro mês do ano 57% mais barato que a gasolina

    Ao trocar a gasolina pelo GNV, motorista economizaria quase R$ 5 mil em um ano


    Entra ano, sai ano, o GNV segue absoluto como a opção mais econômica para o motorista na hora do abastecimento. Em janeiro de 2022, a economia mensal em relação à gasolina foi de 57,7%. Já em relação ao etanol, a economia chegou a 64,7%.

    O cálculo foi feito a partir de dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que mostram que, em janeiro de 2022, os preços médios dos combustíveis no estado do Rio de Janeiro foram:


  • GNV: R$ 4,242 / m³
  • Etanol: R$ 6,014 / litro
  • Gasolina: R$ 7,167 / litro

  • Só analisando os preços, já fica muito claro que o GNV compensa mais. Mesmo tendo registrado alta nos preços nos últimos meses, o gás ainda preserva muitas vantagens em relação aos combustíveis líquidos, que também têm passado por sucessivos aumentos.

    No caso de um motorista que roda 1000 km por mês, o custo com cada combustível seria de:


  • GNV: R$ 302,86
  • Etanol: R$ 858,57
  • Gasolina: R$ 716,00

  • Ou seja, trocando a gasolina pelo GNV, a economia mensal seria de R$ 413,14 para esse motorista. Em 12 meses, seriam poupados R$ 4.957,68!

    Levando em conta também que, com um kit gás instalado, o proprietário do veículo paga 62,5% menos no valor do IPVA, como ocorre no estado do Rio de Janeiro, o que já era bom fica ainda melhor.


    Mude para o GNV com a Inove Gás


    Está mais que comprovado que o GNV é o combustível que mais vale a pena. Se você ainda não mudou, conte com a Inove Gás pra fazer a conversão do seu veículo.

    A rede i9 possui 10 lojas no estado do Rio, todas homologadas e prontas para montar um projeto especial que atenda às suas necessidades. Fale com o call center da Inove Gás, faça um orçamento e consulte as condições especiais de pagamento. Ligue: (21) 2042-3009.